Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

LANÇADO O LIVRO - LUMENS EM PROSA E VERSOS

Conforme divulgado no link
http://alrocha-antenacultural.blogspot.com/2011/10/lumens-em-prosa-e-verso-lancamento-10.html
no dia 10 de dezembro realizou-se o lançamento.
http://www.clesi.com.br/index.php/lancamento-lumens/

Na página 78 o distinto amigo e leitor encontrará a poesias de minha autoria.

RETROSPECTIVA...

No ano de 2011 passei por momentos sombrios... decepções... alegrias... Sobrevivi a eles. Quais? Os mais variados e comuns: falta de dinheiro, falta de saúde e até a falta de graça com a vida. Cá estou neste penúltimo dia do ano, por mim, denominado RETROSPECTIVA para agradecer, sobretudo, a DEUS.

Pode parecer ingenuidade minha, apesar de tudo, continuo com FÉ. Este pequeno texto é um veículo para tirar o nó da garganta e deixar bem claro que as minhas reações foram muito mais intempestivas do que odiosas e atuaram como uma proteção.

Obrigado pelo abraço amigo, pela ajuda inesperada e até pelo silêncio.

Os altos e baixos de 2011 foram meus. Em 2012 tenho que me superar para não persistir nos mesmos erros e que o meu lado "brucutu" seja mantido no "desvio" da estrada da vida para não atrapalhar o meu desenvolvimento espiritual e quiça até o material. Entendo que as pessoas capazes de desenvolver a autocrítica são capazes de desenvolver a sensibilidade para sentir o outro.

Se você acha este meu papo ultrapassado. Chegou a hora de me desculpar de novo.

O respeito mútuo, parece ter saído de moda. Gentileza virou algo do tempo dos idos de 1950. Bom dia, boa tarde foram, simplesmente, alijados das relações interpessoais. Como não estamos no salve-se quem puder... Continuamos "todos" seres humanos, na certeza de que não existe vida comunicação e comunicação sem vida.

Desejo para todos um FELIZ ANO DE 2012.

Boas energias e pensamebtos positivos. Pense sempre positivo!

Tenho certeza de que o próximo ano será muito mais especial e inesquecível!!!!

domingo, 11 de dezembro de 2011

RIEN QUE DES ALDRAVIAS...

Reconhecendo que muitos leitores não terão como adquirir um exemplar do livro RIEN QUE DES ALDRAVIAS na data do lançamento, publico algumas aldravias.
Rien que des aldravias
 Somente aldravias

Traduction et adaptation du portugais (Brésil)
Marc Galan - Athanase Vantchev de thRacy

Présentation et coordination éditoriale
Diva Pavesi
IBSN  9 782846 683425
***************************

Tentando
ser
amado
cobiço
seu
coração
===
Essayant
Être
Aimé
Convoitant
Son
Cœur
****************************
Vida
Luz
Paz
Amores
Conquistas
Paixões

===
Vie
Lumière
Paix
Amours
Conquêtes
Passions

 
Por favor, aguarde as próximas...Ou quem sabe uma possível edição virtual.





sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

CRÍTICO OU REVOLTADO?


Recentemente, por ocasião da votação de uma determinada matéria, alguém utilizou a seguinte afirmação:
SOU UM CRÍTICO OU REVOLTADO.

Respeitando o direito de expressar opiniões. Sem puxar brasas para a minha sardinha diante de alguns arestos, tenho a seguinte interpretação: "uma coisa é o que pensam de mim e tentam imputar com tendenciosas insinuações... Outra coisa  é o pervertido e deletério disse-que-disse... A verdade está nas minhas ações. Não me considero crítico e nem revoltado. Prefiro ser uma metamorfose ambulante do que ficar preso ao silogismo anacrônico do mundo em que vivemos."

Quando instado falar, não costumo sofismar. Bem como não sou chegado participar de "panelinha", isto é, de Grupo fechado de pessoas que agem em interesse próprio, às vezes em detrimento de outros.
Quer queiram ou não quando participo de uma tomada de decisão o foco de minhas ações são pelo coletivo.
Em tempo! Por favor, não inventem a historinha de que após a votação tentei justificar o meu voto contrário. Alô! Alô! Periféricos, as pessoas passam. As Instituições continuam. Entendido? Portanto, libere o meu anjo da guarda.

Somente aqueles que comigo tiveram ou vivem diuturnamente é dado verificar, verdadeiramente, quem sou.
Considero-me uma pessoa bem resolvida e orientada pelos princípios da educação familiar. Para mim, "é importante ser importante, porém é muito mais importante ser bom."

Cada vez estou menos contemplativo... Não me deixo levar pela volubilidade do ser ou ter... E isto, decididamente não agrada a algumas pessoas.

Vejo o exercício da cidadania como uma construção alicerçada nos direitos individuais da liberdade de pensamento e do respeito à dignidade de cada ser humano que deve ser colocada acima das controvésias. Respeitado é claro o direito resposta.  Portanto, nesta linha de raciocínio não me considero um crítico ou um revoltado.

Cada um que faça de sua vida aquilo que bem aprouver: "se alguém não compreende, perdoe e   siga em frente! " Estas palavras são de C. Torres Pastorino publicadas no livro "Minutos de Sabedoria".

Entrego ao Alto as quizilas, mágoas e ressentimentos. Pensamentos de ódio, inveja, ciúme ou revanchismo, na minha filosofia de vida, não me levarão a nenhum "porto seguro".

Tentei responder se sou um crítico ou um revoltado. Se consegui ou não é outra história. Pense em cognominar-me de: "participante e combativo".

Que a Luz da Sabedoria Divina
nos ilumine hoje e sempre.


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

AO ENSEJO DO NATAL...

Combatamos os vícios por meio das virtudes. Cada virtude vivida é um vício que se vence. O ódio, a ofensa, a discórdia, as dúvidas, o erro, o desespero e a tristeza.
Que neste Natal a "A PAZ ESTEJA CONOSCO".
A Pastoral da criança publicou a resposta para a seguinte pergunta: Afinal o que é a Paz?
Paz não é apenas ausência de guerra entre nações.
Paz é garantir comida, moradia, educação, saúde - uma boa qualidade de vida.
Paz é cuidar do meio ambiente aproveitando a boa qualidade de água, saneamento básico, despoluição do ar.
Paz é viver com alegria os bons momentos, encontrando forças para enfrentar os problemas e resolvndo as dificuldades.
A oração abaixo, muito conhecida, magistralmente resume, com toda plenitude, um conceito válido para definir PAZ:

Senhor! Fazei de mim um instrumento da vossa paz.

Onde houver ódio que eu leve amor.
Onde houver ofensa que eu leve perdão.
Onde houver  discórdia que eu leve a união,
Onde houver erro que eu leve a verdade,
Onde houver desespero que eu leve esperança.
Onde houver tristeza que eu leve alegria.
Onde houver trevas que eu leve luz.
Oh! Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

*
***
*****
******

Desejo para todos um

FELIZ NATAL!
PRÓSPERO ANO DE 2012 e
MUITA PAZ!






domingo, 4 de dezembro de 2011

MOVIMENTO ALDRAVIANISTA...

Como uma pequena particular do Movimentos Aldravianista não posso ceder ao impulso de escrever aldravias.

um
grito
preso
na
garganta



O
tempo
apressado
sacode
minha
vida


Alguns
sentimentos
fazem
o
coração
disparar


Lágrimas
são
presentes
do
recem
nascido