Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



quarta-feira, 31 de julho de 2013

MEDALHA ELZA CANSANÇÃO MEDEIROS.

A Major Elza Cansanção atuou na 2ª Guerra Mundial.
Durante o conflito trabalhou nos hospitais de evacuação da Itália, distante do front. Também, prestou serviços como Oficial de Ligação e Enfermeira Chefe no 7th Station Hospital.
Escreveu três livros sobre suas participação na Segunda Guerra. Apresentou, ainda, vários trabalhos em congressos. Teve especial destaque nas sugestões para a criação de um Corpo Auxiliar Feminino para as Forças Armadas Brasileiras.
Foi membro da Academia Alagoana de Cultura quando dedicou-se à preservação da memória fotográfica da FEB.

A Academia Brasileira de Meio Ambiente prestando significativa homenagem a Major Elza Cansanção Medeiros cunhou a medalha
 
Entre as várias pessoas condecoradas (Diva Pavesi, Marilza Albuquerque de Castro, Abílio Kac, Nelson Mello e Souza, Marita Vinelli, Glória Puppim). Naquela ocasião fui surpreendido com tal condecoração materializada com o diploma
 

quarta-feira, 24 de julho de 2013

CAMINHAR

CAMINHAR
 
 
Sinto um cansaço.
Me faço fortaleza
Para dar o próximo passo...
de tudo faço.
No caminhar esqueço os desenganos
Escorrego em falhas
Tropeço em pedras e pedaços de sonhos
Levanto-me!
Escorado no toco da esperança...
Prossigo o meu caminhar.



Créditos:
Figura de http://www.orvalhodalua.com/caminhar.htm

terça-feira, 23 de julho de 2013

ARTES PLÁSTICAS

 
 
 
 A Wikipédia define artes plásticas como formações expressivas realizadas utilizando-se de técnicas de produção que manipulam materiais para construir formas e imagens que revelem uma concepção estética e poética em um dado momento. O surgimento das artes plásticas está diretamente relacionado com a evolução da espécie humana.


 
Nas artes plásticas o que me encanta é observar a transmissão da leveza a partir de intervenções que enriquece com suas formas artísticas e na policromia...

Nas artes plásticas me deixo envolver pelas cores e formas... Como se estivesse viajando...
 
 
O artista plástico com suas produções mergulha na "infinitude"  daquilo que mais o fascina e inspira...
 
Não pinto. Escrevo. Portanto, para mim, o artista plástico diante de uma tela  branca sendo espanada pelos pincéis representa algo transcendental como efetiva meditação

Por meio das artes, o artista, busca a interação com o público. Despertando, em algumas ocasiões e situações,  emoção no espectador.
 
De acordo com a sensibilidade do artista a arte significa liberdade.
 
Exposição de Artes Plásticas Valores de Minas 2008 - Servas e Governo de Minas - Foto: Tiago Lima
 

FELICIDADE...


DIGRESSÃO (#)  SOBRE A FELICIDADE...

Acredito que conquistamos a felicidade à medida que nos conhecemos e nos respeitamos. Não acredito naquela felicidade que dura para todo sempre. Motivo? Sempre existem os problemas que nos abatem, o importante é saber que ela vai...  Mas volta.
Agradeçamos a Deus por todos os momentos maravilhosos vivenciados... Por todos os momentos felizes. Porque não os tristes.  Muitas coisas aprendemos com eles, muitos valores guardamos  e muitas vitórias conquistamos. O que seriam dos momentos felizes se não existissem os tristes.  Eles simplesmente não teriam significado algum.  Seriam como sol sem chuva, dia sem noite, calor sem frio. Alegria sem dor? Um jamais teria sentido sem a outro. Os momentos de dor servem para reconhecermos nossos momentos alegres, nossas vitórias e conquistas e principalmente para agradecermos a Deus por eles.

O ser humano é falho e não super-herói. Quem, dentre nós, já não se decepcionou com alguém. Sabemos que a decepção faz parte da vida de cada um de nós. Um dos erros é ficar parado esperando que tudo venha de Deus, quando ele nos dá o direito de tomar iniciativas... Há de ter-se confiança. Confiança que não depende de emoções ou sentimentos. Muitas vezes é uma questão de escolha racional.
Podemos não ser bom em tudo, mas nunca desistamos. Não subestime sua força de vontade. Para ser feliz e ter uma vida recompensadora é preciso ser atuante. Ser ativo é um pré-requisito poderoso para a felicidade do que entender o porquê das coisas que conosco acontecem.



Troquemos o medo pela esperança e pela felicidade continuemos lutando. Não esquecendo de que a felicidade completada é aquela que é compartilhada. Como um mantra Victor Hugo declama: 
" A suprema felicidade da vida é ser amado pelo que se é,
ou mais precisamente ser amado apesar do que se é"...
♪♫◙♫♪
"A felicidade é um problema individual. Aqui, nenhum conselho é válido. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz."
(Sigmund Freud)
 

 (#)  - Recurso literário us. para esclarecer, detalhar, ilustrar ou criticar um assunto.

 

sexta-feira, 19 de julho de 2013

MAIS UM PASSO...





Na atualidade ter uma empregada doméstica significa sujeitar-se às regras da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).
 
 
 
O Senado aprovou projeto de lei que regulamenta os novos direitos trabalhistas das empregadas domésticas. Segundo o texto, os patrões terão que pagar, entre impostos e encargos,  20% por cento do salário da doméstica.
 
A empregada, se pedir demissão, cumprirá viso prévio de 30 dias. Se for demitida receberá indenização de 40% de seu saldo do FGTS., etc. etc. etc.
 
Enfim, mais um passo para regulamentar as regras de empregada doméstica ou usando a denominação utilizada em RH - das colaboradoras - que trabalhem três ou mais dias por semana para o mesmo patrão. Até dois dias por semana serão consideradas diaristas.
 
 
 Diaristas eis o segmento que em franca expansão. 
O pagamento da diarista deve ser feito no final de cada jornada de trabalho, pois como não possui qualquer vínculo, a diarista poderá, ao final da jornada, decidir não mais prestar serviço, a seu contratante a partir daquela data, sem qualquer obrigação formal de pré-aviso.
 

terça-feira, 16 de julho de 2013

NOVO TALENTO...

Quem tem ou já teve um adolescente em casa sabe da necessidade de serem exemplos de conduta.
Os jovens (crianças ou adolescentes) precisam se sentir protegidos em um lar que é honrado e colocado sempre em primeiro lugar, num ambiente que exale amor, respeito e confiança. Eis a atmosfera reinante no ambiente onde vive Carlos André e seus pais Carlos Roberto e Michelle.
Parabenizo os país de Carlos André pela coerente disciplina, sem abrir mão da sua autoridade, criando-o  para ser um adolescente "bênção do Senhor".
Parabenizo a Profª de Português - Leandra Helena pela excelência dos ensinamentos nele inculcados.
Parabenizo todos aqueles que diretamente ou indiretamente, atuando de maneira positiva, fazem parte do caminhar do Carlos André.
 
NOVO TALENTO...
 

Um  dos objetivos deste blog é divulgar novos talentos. Dito isto, não posso furtar-me escrever esta matéria que em síntese demonstra a inteligência e a agudeza mental do jovem
CARLOS ANDRÉ BURITY SILVA
 
,
aluno do 4º ano do Ensino Fundamental
ESCOLA CÓRA MONTEIRO DA SILVA
Rua D nº73 - Bairro Vale do Sol - Pinheiral - RJ
.
Diretora da Escola - Profª Gisela Monteiro da Silva.
 
A responsável pela orientação e formação propedêutica do Carlos André é a Profª de Português - Leandra Helena.
 
Carlos André participou de um concurso de poesias realizado no estabelecimento de ensino supracitado. O título da poesia?



 
 
 
  
ESPERANÇA DE DIAS MELHORES...
 
Continuemos nossa caminhada
Alegrias... Tristezas...
Altos e baixos...
Vencer o desânimo que nos assalta
Enfrentar a vida com disposição
Seguindo em frente em nossa jornada!
Com fé no futuro
Sempre haverá uma outra oportunidade...
Esperança de melhores dias...
 
 
 
Nas palavras de José Bellandi:
 
"O lar é a oficina dos caráteres,
é o vínculo onde se formam as famílias,
a melhor escola onde se educam os filhos."
 
Nas palavras de Colbert Rangel Coelho:
 
"Educai bem a criança,
Dai-lhe conselhos sublimes...
- E podeis ter a esperança
De ver um mundo sem crimes."
 
 

 
Jovem Carlos André foi bom interagir descontraídos momentos contigo e teus familiares.
Sejas o melhor possível aquilo que quiseres ser.
Carlos André, neste mundo muito mais tecnológico do que humanista, mesmo sendo difícil: - "Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo."
Que vivas com entusiasmo e confiança, buscando, sempre, um futuro melhor. Sejas um bom "jovem", depois um ótimo "adolescente" para finalmente seres um "adulto" com ações e reações que tenham como "norte verdadeiro":
 ►a Honestidade ►a Bondade ►o Senso de Justiça 
►a Sinceridade ►a Humildade ►a Generosidade 
►a Simpatia ►a Responsabilidade ►o Caráter
tudo na certeza de que a vida nada dá, nem toma, apenas retribui.
Ao Carlos André parabéns! E o desejo de continuado sucesso para gáudio  de todos aqueles que te amam, te respeitam e torcem para que tenhas um futuro brilhante e promissor.
 

segunda-feira, 15 de julho de 2013

DIVULGAÇÃO...

 
A Fundação São Joaquim em parceria com o Senac, oferece GRATUITAMENTE o curso de AUXILIAR ADMINISTRATIVO com carga horária de 180 horas.
O(A) aluno(a) receberá um kit (material didático, caderno, caneta e camisa) e ainda terá aulas com docentes/professores do Senac e receberá Certificado assinado pela Gerência de Responsabilidade Social Corporativa.
 
Confira abaixo as informações sobre o curso e a quantidade de vagas ainda existentes:
 
AUXILIAR ADMINISTRATIVO
 
 
Resumo – Curso de capacitação com 180 horas presenciais, para pessoas interessadas em atuar nos processos administrativos, executando e controlando atividades de apoio nas áreas de administração, finanças, produção, recursos humanos, material e comercial.
 
 
Público-alvo – Pessoas que desejam qualificar-se profissionalmente para desenvolver atividades de apoio nas áreas de administração, finanças, produção, recursos humanos, material e comercial de uma organização empresarial ou que buscam atualização profissional na área.
 
Perfil Profissional – O Auxiliar Administrativo atua nos processos de planejamento da Administração, executando e controlando atividades de apoio que compreendem: atendimento a fornecedores e clientes; pesquisa sobre produtos; bens patrimoniais, materiais e serviços; trato de documentos, execução e análise de relatórios e planilhas; execução e análise de relatórios e planilhas; execução e controle de contas a pagar e a receber; suporte ao planejamento operacional e do orçamento; execução e análise de cálculos financeiros.
 
Requisitos e documentos para matrícula – O candidato deverá apresentar:
- Original e cópia do RG, CPF e Comprovante de Residência (o candidato menor de idade deverá apresentar cópia do RG e CPF do responsável);
- Original e cópia do Comprovante de Escolaridade (caso seja declaração, esta deve ser datada do ano corrente).
 
Obs.: o candidato deverá estar cursando o 2º Ano do Ensino Médio ou tê-lo concluído.
 
Confira no quadro abaixo as vagas que ainda temos:
 
Turma
Vagas
Inscritos
Vagas restantes
Manhã
35
35
00
Tarde
35
30
05
Noite 1
35
35
00
Noite 2
35
35
00
 
As aulas começarão em agosto e só temos vagas para a turma da Tarde e o candidato interessado deverá se inscrever até quarta-feira dia 17 de julho de 8 às 17h e as aulas acontecerão às segundas, quartas e sextas-feiras. Horário da turma da tarde: 13 às 17h.
 
Ajude-nos a divulgar enviando para seus amigos e contatos.
 
Saudações,
 
 
Informações pelo telefone 2222 5861.
SERGIO ZARRO
Coordenador de Projetos
Rua Paul Underberg, 54 – Tijuca
 
 

SERES HUMANOS E LIVROS...

O texto que será abaixo transcrito nos leva a corroborar com  as palavras de Monteiro Lobato ("Um país se faz com homens e livros.") e  outra da autoria de Malba Tahan ("A pessoa que não lê, mal fala, mal ouve, mal vê"). Entretanto, não podemos perder o foco de que embora os mestres e os livros sejam importantes auxiliares é do esforço próprio que se conseguem os mais brilhantes resultados.
 
 
Dizem que mãe só tem um defeito: - Não ser eterna. O mesmo não acontecem com os livros que em síntese transformam-se no legado registrado através dos tempos... por relatos, convivências, experiências de vida. Tudo isto, se juntado ao talento de quem escrever, terá como resultante um companheiro que aberto é um cérebro que falas; fechado um amigo que espera; esquecido um alma que perdoa; destruído uma coração que chora.
 
O Instituto Pró-Livro realizou em 2011, um estudo no qual foram entrevistadas mais de 5 mil pessoas em 384 municípios. O levantamento revelou que a média de leitura do brasileiro é de quatro livros por ano, sendo que, somente cerca de 50% da população brasileira cultiva o hábito de leitura. Para fazer uma comparação com outros países, na França a média é de 12 livros por ano, na Espanha, 11, nos Estados Unidos, 10, na Argentina, seis, no Chile, cinco e na Colômbia, dois. Na Noruega, maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo, as pessoas leem cerca de 16 livros por ano. Não é um número tão alto comparado a outros países, mas impressiona o percentual da população que cultiva o hábito da leitura, que é de 96%.
 
Sem devaneios. O incentivo dado ao estudante para ler deveria começar na escola, mas muitas delas sequer têm uma biblioteca  as que possuem -nada mais são do que um amontoado de livros esquecidos e empoeirados.  Com esta realidade, o que se pode esperar a não ser grande número de analfabetos funcionais? Dados do Indicador de Analfabetismo Funcional, divulgados em julho de 2012, dão conta que 20% dos brasileiros, de 15 a 49 anos, são analfabetos funcionais, ou seja, aquela pessoa que, apesar de conseguir ler as palavras, não consegue entender e, consequentemente, interpretar a mensagem de um texto de até 10 linhas com até três parágrafos. 
A mudança dessa realidade depende de conscientização e sensibilização. Para desenvolver novos patamares intelectuais, culturais e profissionais, a pessoa precisa necessariamente ampliar seu cabedal de conhecimento, o que torna a leitura fundamental. A neurociência já pesquisou e afirmou que a capacidade do cérebro humano é muito grande, e uma vida inteira de estudo e leitura intensivos não seriam suficientes para esgotar uma pequena fração de sua capacidade.
 
No Rio de Janeiro em relação a 2011, houve um acréscimo de 5,64% no número de unidades consideradas precárias e uma queda de 8,91% de unidades consideradas boas. Outros 43,07% dos colégios foram qualificados como razoáveis e apenas 15,89% estão em condições boas. Em 20,51% não há sequer equipamentos de incêndio. Torneiras e vasos quebrados, lâmpadas queimadas, infiltrações, fiação exposta e reboco que ameaça cair são retratos de como algumas escolas foram encontradas pela equipe de técnicos do TCM. Eis uma pergunta que não quer calar: - Qual será o motivo para não citar o estado das bibliotecas? Omissão ou descaso. E, aqui, como não sou dono da palavra - deixo as conclusões com o leitor.
 
Nunca está só quem possui um bom livro para ler e boas ideias sobre as quais meditar.
Renato Kehl
Nos livros aprende-se a fugir do mal sem o experimentar.
Camilo Castelo


 
Parafraseando Mark Twain, escritor e humorista norte-americano que viveu no século XIX e escreveu aquele que é considerado o maior romance americano “As Aventuras de Huckleberry Finn”: "Quem não lê tem pouca vantagem sobre quem não sabe ler."
 
◄◄◄►►►

Passemos ao texto LEITURA de autoria de Adalberto Souza (Professor de Português) publicado  na Revista Elos - Ano 01 - nº 10 - junho/julho - 2013

 

sábado, 13 de julho de 2013

MENSAGEM PARA VOCÊ...


Para as pessoas inclusas na geração da era digital, denominada  de "icônica", já virou rotina abrir a caixa postal de e-mails diversas vezes, para outros faz parte da rotina do trabalho. Para ser mais preciso, refiro-me àqueles que não nasceram na Era da Informática (também conhecida como era digital) - nome dado ao período que vem após a década de 1980, a era industrial, muiito embora suas bases tenham começado no princípio do década de 1970 com a invenção do microprocessador, rede de computadores e o computador pessoal. Dito isto, utilizei "Icônica" no sentido da representação de qualquer identicação simbólica de determinado valor emblemático de uma cultura, tradição ou até mesmo como algo específico de geração... No caso a informática. E aqui desaguamos nas populares mensagen eletrônicas - e-mails - que são repassadas... Outras deletadas... Algumas apenas merecem um rápido olhar. No meio de tudo quer seja no Oi, Yahoo, IG, Hotmail, Gmail etc etc bastando fazer a identificação do usuário e colocar a senha. Pronto, as informações estarão disponíveis em um único espaço onde nos deparamos com a interatividade, segurança e velocidade.

Sou do tempo que o começar a ler e escrever baseava-se, em teses, nos gibis e revistas em quadrinhos. Hoje, os gibis não são populares. Hoje os paramêtros são: TV, DVD, internet, celulares 3G, 4G. Pesquisa encomendada pela Fundação Pró-Livro e pelo Ibope Intelegência mostram que, cada vez mais, trocamos o hábito de ler jornais, revistas etc Consequência? Pelo menos 38% dos brasileiros têm dificuldade em interpretarf aquilo que lêem.
 
Dito isto, por paradoxo que possa parecer, será válido afirmar que a internet não é mais curiosidade, trata-se de uma necessidade.
O e-mail é um veículo de comunicação rápido e, convenhamos, barato.
Uma ferramenta disponível 24 horas que, graças ao "web mail" , pode ser utilizada de qualquer lugar, cidade ou país.
 
Utilizando a internet nos aproximamos ainda mas do consumo de notícias e informações no apaixonante e cambiantes mundo digital. Um mundo com um novo conceito e novos conteúdos, dissiminados em tempo real.
 
 
 Finalizando, após a leitura, vá à sua caiza postal, verifique se existe mensagem para você...
 
 
  
Nas palavras Caio Fernando de Abreu (1948/1996) - jornalista, dramaturgo e escritor brasileiro|:
 
"Num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra."
 

segunda-feira, 8 de julho de 2013

ALDRAVIAS

Não posso furtar-me  enxergar a realidade externada pelas aldravias.
Não desisto! Elas despertam, em mim, um sentimento real, hipotético ou imaginário que é tratado com coragem e destemor desafiando o raciocínio conclusivo do leitor.

 
 
fornalha
que
molda
bigorna
que
 maltrata
 
 
veloz
tempo
barreira
sombria
medo
desafio
 


tire
os
sentimentos
uma
culpa
sufoca
 
 
vida
sopro
que
começa
destino
fim
 
 
 
experiências
novas
lembranças
vazias
angústia
ansiedade
 
sussurros
intermináveis
animal
ferido
louco
varrido
 
 
 
escraviza
minha
alma
atormenta
ludibria
desejos
 
 
vindas
idas
vindas
bem-vindas
transborda
lembranças
 


portas
rangendo
medo
crescente
grito
abafado
 
labirinto
do
tempo
passado
presente
futuro




domingo, 7 de julho de 2013

CIDADANIA


CIDADANIA

            A violência a que estamos submetidos nada mais é do que uma fotografia, sem retoques do tobogã em que se transformou a nossa sociedade. Em nossa sociedade crescem, constantemente, o ódio, a violência e a desigualdade social. Perderam-se os referencias éticos e morais em relação à vida humana e, infelizmente, também, os relacionados com a Pátria e à Família. A maioria das casas é murada, com proteções de ferro. Os edifícios com cercas eletrônicas. Nos veículos usamos película "INSULFILM™".
            Será que existe uma relação entre a pobreza e a marginalidade? O que não podemos é cruzar os braços e achar que a pobreza cumpre prisão perpétua nas mãos da violência. O "Estado" tenta ocupar o espaço perdido para um poder não reconhecido. O trabalho que organizações da sociedade exercitam pelo social, mais do que nunca, deve ser realizado sem os ranços do clientelismo anacrônico. Será que a simples instalação de UPPs (Unidades de Polícia Pacificadoras) resolverão o problema da violência?
            Sonhamos com uma sociedade menos violenta... Sonhamos com o exercício pleno dos direitos civis e políticos, com o desempenho dos deveres do Estado para com os cidadãos... Vivemos com o oposto... Fatores que aumentam o risco de uma pessoa se tornar violenta:
·         Uma primeira infância negligenciada.
·         Uma adolescência sem limites morais e uma convivência com pares violentos.
·         A exclusão social, que por si só, não é um dos únicos motivos para que as pessoas se envolvam  com a criminalidade.
Sem atingir quem manda no crime, não se consegue controlá-lo. Enxuga-se o gelo da violência. Violência que existe há muito tempo, em forma de desigualdade social e jurídica. Violência agora mais evidente e acompanhada de armas, dinheiro e de substâncias entorpecentes, alucinógenas e excitantes. Nas palavras de Alberto Dines, jornalista carioca, publicadas no Jornal do Brasil de 10/5/2003: "O crime organizado é balela. O nome correto é narcoterrorismo".
      Infelizmente não há como negar que a rotina da barbárie de certa forma entorpeceu as grandes metrópoles e avança pelos rincões do país. Isso é grave! Reverter essa pasmaceira eis o grande desafio.
      Enquanto isto, por enquanto, a segurança diante da violência é um artigo de luxo. Enquanto isto,  as pessoas ficam separadas física e psicologicamente, bloqueadas nos prédios, na solidão em meio a computadores.
 

            

sexta-feira, 5 de julho de 2013

A ARTE DE FOFOCAR...


O hábito de falar mal da vida alheia é antigo.
Existe desde que o mundo é mundo.

Uma das facetas da FOFOCA é que a forma mais crua, uma estratégia para promoção de interesses egoístas e da própria reputação à custa do desconforto alheio. No ambiente da fofoca impera, descaradamente, boatos cujo foco é o auto favorecimento.
A fofoca geralmente ofusca os modos mais benignos... Um indivíduo que não esteja incluído na rede de fofocas, em um sentido figurado, é um forasteiro no ambiente em que vive. Afinal, quer queiramos ou não, a fofoca ajuda o funcionamento nos relacionamentos interpessoais.  Fofocar “bem” tem a ver com o compartilhar algumas informações importantes com outros, de preferência não em proveito próprio, e, claro, saber quando manter a boca fechada. Afinal, revelar indiscriminadamente tudo que ouvimos a qualquer um disposto a nos escutar mais cedo ou mais tarde atrairá a inevitável reputação de indigno de confiança.
Voltando à ARTE DE FOFOCAR. Mas será que podemos considerar uma ARTE? Que ironia...  Dito isto, será válido definirmos como, única e simplesmente, a curiosidade pela vida alheia?
Algumas perguntas que não querem calar:
1-    A fofoca é maléfica?
2-    A fofoca pode destruir vidas?
3-    A fofoca estimula preconceitos?
Quem nunca fofocou que atire a primeira pedra? Quem nunca deu ouvidos a uma fofoca?
Consultores de RH asseguram que fofocar é um hábito em qualquer ambiente organizacional.
Infelizmente ou felizmente, a fofoca é uma realidade que está em todos lugares.
Lembre-se de que  para não cair no encanto da fofoca:
►Ouça mais.
►Abra o olho.
►Seja discreto.
►Seja do bem.