Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



sábado, 26 de outubro de 2013

ANTAGONISMO...

 
 
 
Escritos loucos
e afoitos...
Anjo de asas tortas...
Levanta poeira
que me entorpece...
Arruinando tentativas...
Escrevo sobre tudo
sobre o nada...
Síntese da vida:
Antagonismo.
 
 
Sou mais um entre tantos, com uma identidade única e permeável a coerentes argumentos.
Elvandro Burity
 
 
 

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

COMENTÁRIOS...

 

 
Referente ao artigo  A CALÚNIA E A FOFOCA
 
 

TRANSCRIÇÃO DE TEXTO

                                        Figura formatada por Elvandro Burity
 
►►◄◄
 
Texto recebido por mensagem eletrônica enviada por
Tomas Souto de Araújo

►►◄◄
 
Perseverar no cumprimento de seu dever e guardar silêncio
é a melhor resposta à calúnia." (George Washington)

 
A Calúnia e a Fofoca
 

Calúnia é um termo que vem do latim, calumnia, engodo, embuste. A calúnia não se confunde nem com a difamação nem com a injúria, outros dois crimes contra a honra. A difamação (do latim diffamare) significa desacreditar, sendo um crime que consiste em atribuir a alguém fato ofensivo à sua reputação de pessoa fiel à moralidade e aos bons costumes. Não se confunde com a calúnia, pois esta consiste numa imputação injusta de fato tipificado como crime. Na difamação o que se busca é desacreditar a vítima, embora sem apontá-la como autora de fato criminoso. (...)
Quanto à injúria do latim injuria, de in jus, injustiça, falsidade, trata-se de um crime contra a honra consistente em ofender, verbalmente, por escrito, ou fisicamente (injúria real), a dignidade ou o decoro de alguém. A injúria ofende o moral, abate o ânimo da vítima, ao passo que a calúnia e a difamação ferem a moral da vítima. (...)

Fofoca é o mexerico, intriga, a bisbilhotice. É um mal que para muitos é divertimento sem importância, mas que é extremamente destrutivo: A vontade de passar informações faz parte do homem, é a comunicação, é uma ação humana natural e normal, mas na maioria das vezes esquecemos do outro e não medimos as consequências das nossas palavras. Quando uma pessoa não controla a cobiça, o resultado é a inveja, que desperta o instinto animal de prejudicar o próximo pela difamação. O vaidoso que é infestado pelo orgulho e pela arrogância, é muito propenso a usar a fofoca. (...)
Afirmativas como “onde há fumaça há fogo”, em verdade são armas utilizadas pelos caluniadores. O correto é: “onde há fumaça há um caluniador”. Para bom entendedor, quem está sendo exposto não é o caluniado, mas sim o caluniador: revela-se e desvenda um interior conflitado.
O caluniador é uma pessoa que está sempre em conflito consigo mesmo. Quem está de bem com a vida não tem sequer vontade de caluniar, quer apreciar as coisas boas da vida.
Por vezes, as pessoas lidam de forma inadequada com suas perturbações. Por exemplo, passam a ingerir muita bebida de álcool, ou mergulham num mundo imaginário e se afastam da vida real. Outra forma inadequada é a calúnia. O caluniador procura transferir seu desequilíbrio para outra pessoa. Lançando uma calúnia ele percebe que o interior da pessoa atingida começa a se desorganizar. Para que isso ocorra, a calúnia deve ser impactante, deve penetrar no interior da vítima e estourar como uma bomba. Portanto, agora quem está desequilibrado é o outro e não mais ele. Ou há mais alguém perturbado e em sofrimento como ele.
Como este artifício é fantasioso, não promove um alívio duradouro ao caluniador, como um vício ele sente necessidade de repetir e repetir o ato de caluniar. É uma falsa saída para seu desequilíbrio. É como se alguém pegasse o lixo de sua casa e jogasse no pátio do vizinho. Por alguns momentos tem a sensação de estar limpo. Mas o lixo reaparece na sua casa, pois ela é o gerador de lixo.
Existem dois tipos de caluniadores: aquele que calúnia sistematicamente e aquele que o faz num momento em que sua vida não vai bem.
E existem também as pessoas que levam adiante a calúnia gerada por outro. É um fenômeno que acompanha a humanidade desde sempre. Um dramaturgo romano, Plauto, escreve em uma de suas peças: “Os que propalam a calúnia e os que a escutam, se prevalecesse minha opinião, deveriam ser enforcados, os primeiros pela língua e os outros pela orelha”.
 
Brincadeiras à parte, temos que aprender a lidar com estes fenômenos. Todos estamos sujeitos a ele. Sheakespeare escreveu: “Mesmo que sejas tão puro quanto a neve, não escaparás à calúnia”.(...)
Aquele que se percebe gerando calúnia se beneficiará de uma ajuda profissional para procurar lidar de uma maneira mais eficaz com seus desequilíbrios.
Provavelmente, graças a esse poder contaminante do pensamento primário é que, muitas vezes, julgamos uma causa por sua aparência, brigamos com amigos por detalhes fúteis e esquecemos o imprescindível para guardar o periférico. (...)Roque Theophilo

 

 

sábado, 19 de outubro de 2013

O ININTELIGÍVEL


 
 
 
 
Amigo do desespero
Companheiro do pavor
Primo da dúvida
Casado com a dor
Amante da incerteza...
 
 O que fui é passado
O que sou é promissor
O que serei?
O que de mim sobrar...
 
 
 
       
 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

18 DE OUTUBRO - DIA DO MÉDICO


 Nosso Médico é o nosso Anjo da Guarda.

Hoje, 18 de outubro,  DIA DO MÉDICO, é uma data que merece ser comemorada. Uma data para externarmos o sentimento de gratidão e agradecer pelo ontem, por hoje e pelo amanhã aos profissionais que fazem do exercício da medicina um "sacerdócio".

Dito isto, externo a minha gratidão e parabenizo pelo transcurso do DIA DO MÉDICO:

CA Dr. Paulo César de Almeida Rodrigues - Diretor do HNMD

CF Dr. Manoel Loyola Andrade - Ortopedista

CC Dr.ª Márcia A. Camacho Nogueira - Neurologista

CC Dr. Antonio  Ribeiro – Neurocirurgião

CC Dr. Claudio William A. Pereira – Urologista

Dr. João Roberto Ribeiro de Oliveira - Cardiologista

Que os raios da luz divina, iluminem a todos. Fica  a certeza de que a natureza se alegra pelo amor doado, o sorriso e o olhar fraterno que salva vidas.

PARABÉNS!!!

Continuem ajudando a todos com seu dom especial.
 Obrigado por tudo.
Deus os abençoe ainda mais!

Feliz Dia do Médico!!!
 
18/10/2013

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

ALERTA...

 

 


ALERTA sobre o assédio por pessoas ou instituições oferecendo indenizações que, supostamente, seriam devidas pela União ou por sistemas de previdência públicos ou privados.
As pretensas dívidas da União referem-se, normalmente, às diferenças de reajustes, as quais, sabidamente, estão sendo efetivamente contestadas na justiça.  Por sua vez, os pecúlios estão relacionados aos antigos sistemas de previdência que foram incorporados ou extintos.
 
 
Com sugestão de procedimento, é bom ter em mente que a principal medida de proteção é a PREVENÇÃO, não devendo ser realizado nenhum tipo de depósito, nem informado qualquer dado pessoal ou de conta bancária, que possibilitem a execução de um potencial golpe financeiro.
 
 
 
 

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

SOLENIDADE NA ABMA

 
 
o dia 9 de outubro de 2013 a Academia Brasileira de Meio Ambiente (ABMA), em reunião solene, outorgou as Medalhas
Major Elza Cansanção Medeiros e
Mestre Paulo Freire,
      respectivamente, ao
Senhor Célio Luiz Monteiro
Senhor Fernando Cosme de Aquino
e ao
Acad. Elvandro Burity.

╠══╣




 
  Honra para quem tem honra!
 
Da esquerda para a direita
Sra.  Magna Maria de Abreu Monteiro (esposa do agraciado Sr.Célio)
Sr. Célio Luiz Monteiro (Medalha Major Elza Cansanção Medeiros)
Dra. Nilza Pinheiro de Athayde Lieh (Presidente da ABMA)
Acad. Elvandro Burity (Medalha Mestre Paulo Freire)
Sr. Fernando Cosme de Aquino (Medalha Major Elza Cansanção Medeiros)
                                                                      Medalhas
Major Elza Cansanção Medeiros e a Mestre Paulo Freire
 
╠══╣
 
 
Por ocasião da Hora de Arte, li a poesia, por mim escrita, especialmente, para o dia 9/10/2013:
 
GRITO DE ESPERANÇA

Sem medo das mil facetas
Destemo o indefinido

Não me apavora a morte.

Minha vida?
Essência que me faz planejar.
Desertar é desmerecer.
Abomine-se o "laissez faire".
Que o poetar

Encha o meu desjejum.
Poesia?

Grito de esperança por um mundo melhor!

 

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

domingo, 6 de outubro de 2013

DIVULGANDO...

 
JORNAL SEM FRONTEIRAS
Rede Mídia de Comunicação
Edição: Outubro/Novembro
 
O Jornal Sem Fronteiras, da “Rede Mídia de Comunicação Sem Fronteiras”, foi idealizado para atender às necessidades do mundo cultural, por ser um veículo de comunicação exclusivo para os amantes das Artes e da Literatura.
O Jornal Sem Fronteiras possui tiragem bimestral, de forma impressa e online. É totalmente colorido e em formato Standard. Está presente nas principais capitais do País, através dos seus colunistas, Galerias de Artes, Museus, Bibliotecas, etc. E, eventualmente, no exterior, em inúmeros eventos culturais!
 
Conheça a sua versão online abaixo e participe você também deste sucesso!


 Para abrir o jornal online - acesse os links:

 (Jornal Sem Fronteiras - principal) e
(Caderno Especial - Jornal Sem Fronteiras)
 
 




sábado, 5 de outubro de 2013

COMENDA GONÇALVES DIAS


Projeto "Mil Poemas a Gonçalves Dias."
 
Universidade Federal do Maranhão – UFMA & Instituto  Histórico Geográfico do Maranhão
 
A organização, coordenação  e execução do projeto MIL POEMAS PARA GONÇALVES DIAS ficou como encargo dos professores da UFMA e membros do Instituto  Histórico e Geográfico do Maranhão, Dilercy Adler e Leopoldo Gil Dulcio Vaz.

Nos 190 anos de nascimento
Um romântico com visão futurista


 Comenda Gonçalves Dias

 
 
 
 
A Comenda foi entregue por ocasião da reunião da Academia de Letras Cidade Maravilhosa
pela Acad. Dyandreia Portugal.
 
                                                                    

 

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

BODAS DE DIAMANTE

 
Caminhar...
Ensinar...
Refletir...
Aprender...
Descansar...
Prosseguir...
Trabalhar...
Passar para a inatividade.
 
Falando de inatividade:

Use os seus últimos três ou quatro anos antes da inatividade para se preparar para a próxima fase. Por exemplo, envolva-se em atividades de fim de semana como aquelas que você acha que estará fazendo quando parar de trabalhar.

Você poderá até mesmo mudar de ideia a respeito da inatividade, mas terá se divertido ao longo do caminho.

âncora
 
Bodas de Diamante do Depósito de Sobressalentes da Marinha no Rio de Janeiro:
 
 
 

Até 1983 trabalhei no então Depósito de Sobressalentes para Navios - DepSN, hoje  Depósito de Sobressalentes da Marinha do Rio de Janeiro - DepSMRJ. Em 1985, a pedido, passei à inatividade.

No primeiro momento para participar da confraternização alusiva aos 60 anos de inauguração daquela Organização Militar
 recebi um convite

 
 
 
 
Num segundo momento, o Oficial de Relações Públicas (CT-Maurício) manteve contato, via telefone, convidando para a solenidade militar.
Naquela solenidade militar vivenciei momentos de incomensurável emoção... Recebi um Diploma das mãos do Diretor (CF-IM- William da Silva Barreto):
Fato seguinte o Diretor chamou o SO - Fernando Cosme de Aquino, mais antigo do Depósito, para que juntos entregassem um mimo:
Inscrição constante de placa:
 "60º aniversário do DepSMRJ
SO-PL - Burity
 Uma singela lembrança  pelos bons
serviços  prestados ao DepSMRJ"
 Rio de Janeiro, RJ em 01/OUT/2012"
 
Foi lida a Ordem de Serviço na qual o Diretor do Depósito CF-IM- Barreto destacou os períodos alternados  dos 15 anos em que trabalhei naquele Depósito.
Considero como Ponto Alto da solenidade militar a leitura da OS alusiva aos 60 anos da inauguração do Depósito, assinada pelo Sr. Capitão-de-Fragata (IM) William da Silva Barreto - Diretor:
"Por fim, rogamos a Deus que nosso Depósito sempre continue a receber suas bênçãos e que os desafios sejam continuados, tais como a busca por espaços de armazenagem para os novos meios com previsão de incorporação nos próximos cinco anos, tais como os Navios Patrulha Oceânicos e os Submarinos classe "Scorpene", alguns recentemente incorporados, por serem oportunidades de progresso e de trabalho digno, e que proteja e ilumine nossa estimada "Fera do Abastecimento", nosso Depósito e nossa Orgulho."

Da mesma forma, reputo como relevante a leitura da OS e a  outorga dos Diplomas, respectivamente, ao MILITAR PADRÃO
 1º SG-PL - Elvis
 
e ao FUNCIONÁRIO CIVIL PADRÃO
 Sr. Expedito
 
 A confraternização no quiosque nº1 da Casa do Marinheiro iniciou, conforme programado, às 11 horas, terminou às 16 horas após ser cortado o bolo dos 60 anos do aniversariante.

 
 
Imbuído de um autentico sentimento de gratidão remeti correspondência ao Diretor do DepSMRJ externando os meus agradecimentos pela oportunidade de participar das solenidades comemorativas das Bodas de Diamante daquela Organização Militar.

Também dei asas à minha imaginação escrevendo a poesia BODAS DE DIAMANTE alusiva aos 60 anos daquele Depósito onde trabalhei nos períodos:

07/1965-06/1969►  12/1969-11/1970►  08/1974-04/1975►  09/1977-06/1979 ► 03/1983-09/1983

BODAS DE DIAMANTE

DepSMRJ
Provendo
no local
e tempo certo.
Relevantes
serviços.

Onde Quando Porquê
O poeta na tríade
Busca inspiração
revivendo emoções...
Revivendo saudades...
O coração a palpitar acelera...

Coisas quase finitas...
Coisas sentidas e não ditas...
Saudemos o
DepSMRJ]
1953-2013
Bodas de Diamante.

Bravo Zulu!

 
 
Enviadas pelo DepSMRJ
 
  
 
 
 

 Recebendo das mãos do Diretor do DepSMRJ o diploma.
 
 
 
Recebendo das mãos do SO-Aquino (mais antigo da guarnição) os mimos.
 
 
Após a solenidade militar
Da esquerda para a direita eu, o SO-Aquino (mais antigo da guarnição) e o SO-Célio.
 
 Confraternização
 
 
 
☼ ☼ ☼
Servir à Marinha: Uma visão! Um sonho! Uma vida!
Um emprego é passageiro.
Uma carreira é para sempre!

☼☼☼
O homem superior é aquele que cumpre sempre o seu dever.
Eugene Ionesco

☼☼☼


quinta-feira, 3 de outubro de 2013

DIVULGAÇÃO...

Exército faz verter água no sertão.


 
Como um lírio verde, o Exército Brasileiro mantém-se firme no seu lema:

 "Braço Forte, Mão Amiga"
 
levando água e esperança e dignidade ao sertanejo.