Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

"Ninguém é igual a ninguém. Todo o ser humano é um estranho ímpar." (Carlos Drummond de Andrade)

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Filiado a International Writers Association

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

domingo, 9 de dezembro de 2018

VIVER NÃO DÓI



VIVER  NÃO  DÓI

Não digo à vida.

A  justiça da reencarnação

No vai e vem se comprova.

Viver sem medo

Vencer  os percalços

A vida tem seu chão e teto

Vale a pena refletir...

Nem tudo é chama esmaecida.

A vida é bem mais que um sonho

Há espaços para sorrir e se emocionar

Abraçar não arde.

Beijar não fere.

Seja feliz!

Dê atenção aos que contigo tenham sintonia

Toque sua vida sem agredir...

Viver não dói.

sábado, 8 de dezembro de 2018

FLORAÇÕES DE SENTIMENTOS...





FLORAÇÕES      DE       SENTIMENTOS...

As verdadeiras amizades são tal leito de um rio
Não secam pois novas amizades se chegam.
São amizades que pelo curso do rio serpenteiam...
Que em nada desfiguram os desencontros...

Neste turbilhão
Recuso-me viver sozinho.
As verdadeiras amizades?
Despertam florações de sentimentos...


domingo, 2 de dezembro de 2018

O SILÊNCIO...





A palavra é prata, o silêncio é ouro.

sábado, 1 de dezembro de 2018

TORRENTES EM CASCATA



TORRENTES EM CASCATA
Nas estradas por onde ando
Sorrindo e  alegre
Pessimismo não me abate...
A vida corrida me atropela...
Algumas emoções me dominam...
São torrentes em cascata
Troco o receio por atitudes...
A vida não é objetiva. É subjetiva
A vida não é óbvia... É contraditória...
Continuo pela vida a surfar...
Procurando das emoções tóxicas me livrar...
Aprendo não transformar coisas simples
em ansiedade excessiva.


quinta-feira, 29 de novembro de 2018

PEÇO PAZ


PEÇO PAZ

A vida é um livro aberto...
Envolto em  tempestades
Por suas páginas velejo...
Alheio às injunções
Olhos mantenho no horizonte...
Se cada dia é um renascer...
Nas minhas orações peço paz!!!

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

AMORES RECORDAR...


Entre intermitentes miragens
O poeta  na fragrância da saudade
Inunda o seu coração e a sua mente
Se embala a sonhar mais um pouquinho...
Pouco importa o furor ou a fugacidade...
Na solidão da saudade
Revolvendo os  amores do passado  se consome...
Resiste ao lembrar prantos e dissabores...
Mesmo embriagando-se nos arroubos da saudade...
Não esquece que alguns amores são para recordar...



terça-feira, 27 de novembro de 2018

terça-feira, 20 de novembro de 2018

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

DIA DA BANDEIRA

DIA 19 DE NOVEMBRO


(Para escutar o Hino - clique na seta.)

Data consagrada ao culto à nossa Bandeira, 
símbolo augusto da paz.

o drapejar majestosa e altaneira, ela nos enche de orgulho patriótico, pois afirma nossa independência e soberania, alimenta nossos sonhos e nos emula a concretizá-los com positivas exemplares atitudes.
Procuremos olhá-la com os olhos do coração, sob a chama do amor filial e do profundo respeito à Nação Brasileira. Alcance nossa vista, além das dimensões físicas, seus alicerces na harmonia da interação dos Poderes Nacionais, na Ordem e na Paz propiciadoras do Progresso e do bem-estar geral.
Entendamos que o Lábaro representa a Alma Brasileira e nos conclama à concórdia, à solidariedade, ao sentimento de justiça, ao respeito, à fraterna aceitação dos diferentes e do ambiente onde somos acolhidos, sem distinção de credo ou origem étnica.
Admiremos não só a beleza de suas cores a evocar nossas origens, mas tenhamos ouvidos de ouvir que ela nos fala dos sentimentos de conciliação, de equilíbrio, de preservação da natureza e, sobretudo, de alegria agradecida a Deus pelo presente da vida.
  
primeiro símbolo de nossa nacionalidade, a Esfera Armilar, surgiu juntamente com a Força Terrestre do Brasil e durou até o Segundo Império. Foi substituída pelo globo azul celeste com estrelas representando os Estados integrantes da República Federativa do Brasil. Destaquemos o abençoado Cruzeiro do Sul - presente no distintivo do Exército Brasileiro, Luz que ilumina a caminhada de nosso País no concerto das nações.
Auriverde Pendão "... que a brisa do Brasil beija e balança, estandarte que à luz do Sol encerra divinas promessas de esperança" é uma eloquente síntese da nossa História feita de glórias, tradições e valores que nos cabe preservar e nos remete à inspiração dada aos bravos, ou quando serviu de mortalha aos heróis imolados na luta pela manutenção da dignidade, da honra nacional, da nossa independência, unidade territorial e cidadania.


Related image

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

DIA NACIONAL DA AMAZÔNIA AZUL


O mar sempre desafiou a mente e a imaginação dos homens e continua sendo a última fronteira da terra até os dias atuais” (O MAR QUE NOS CERCA - Rachel Carson)

      Os oceanos, palco de ousadas epopeias, onde marinheiros cruzavam o lar de seres míticos, viu ao longo dos séculos, os avanços tecnológicos levarem a sociedade a novos limites geográficos, culturais e econômicos.
Viagens ao desconhecido foram substituídas por navegações precisas em cartas náuticas produzidas por modernos processos de batimetria tridimensional. A navegação, antes baseada nos astros e estrelas, foi complementada por radares, redes de satélites e equipamentos que permitem a troca de informações, entre diversos navios e sistemas de segurança da navegação.
Acompanhamento climático, pesquisas de modelagem atmosférica e avanços computacionais, permitiram aprimorar o entendimento das interações atmosféricas e prever tempestades e furacões. Esses avanços tornaram a navegação mais segura, e a principal via de intercâmbio mercantil do mundo.
       Os oceanos sempre foram um dos maiores recursos naturais da humanidade. No passado, inicialmente, como fonte de alimentos, transporte e defesa; mais recentemente, também pelo turismo, petróleo e gás, e cada vez mais, pela biotecnologia “azul”, robótica, minérios do subsolo marítimo, energia renováveis e comunicação de dados por fibras óticas submersas.
Responsáveis pela maior parte da absorção do dióxido de carbono produzido, são essenciais para a sobrevivência dos seres humanos, reduzindo os impactos das alterações climáticas.
     Em 1992, considerando o protagonismo dos oceanos, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, Rio 92, foi estabelecido “O Dia Mundial dos Oceanos”. Comemorado em 8 de junho, visa, principalmente, a conscientização sobre a importância deles e o impacto que exercem sobre o Planeta. Este ano, o tema escolhido para celebrar essa data foi: “Prevenir a poluição plástica e encorajar soluções para um oceano saudável”.
       Nesse contexto, em dezembro de 2017, a Organização das Nações Unidas, por meio da UNESCO, estabeleceu o período de 2021 a 2030 como a década para o desenvolvimento sustentável da Ciência nos Oceanos, com o intuito de incrementar a coordenação e cooperação em pesquisas e programas científicos para o melhor gerenciamento dos mares e zonas costeiras, reduzindo os riscos das atividades marítimas.
     O “Dia Nacional da Amazônia Azul”, instituído pela Lei nº 13.187, de 11 de novembro de 2015, mesmo dia que entrou em vigor a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, é a homenagem da nação brasileira ao mar que nos pertence: A Amazônia Azul.
A Marinha do Brasil, por meio de estudos geopolíticos voltados para o mar, a “Oceanopolítica”, visa a conscientizar os brasileiros sobre a importância política, estratégica e econômica do nosso território marítimo.
      Assim, a Amazônia Azul, representa um conceito político-estratégico que insere definitivamente os espaços oceânicos e ribeirinhos nos destinos do Brasil, orientando o desenvolvimento nacional, na medida que vai ao encontro dos anseios de prosperidade da nossa sociedade, destacando o verde e amarelo na vanguarda da preservação e uso sustentável dos mares e rios.
        Ademais, evidencia a nossa vocação marítima, confirmada pelos fatos históricos que nos associam ao mar e aos rios. Por eles o Brasil foi descoberto, teve sua independência consolidada e fronteiras fixadas, garantindo integridade territorial continental. É a conscientização da necessidade de defesa das agressões à Soberania Nacional.
     A Marinha do Brasil, cuidando dos 4,5 milhões de km² que compõem as Águas Jurisdicionais Brasileiras, investe na modernização e qualificação do Poder Naval. Esse esforço pode ser exemplificado no Programa de Desenvolvimento de Submarinos, no Programa Nuclear da Marinha e no Programa de Construção das Corvetas Classe Tamandaré, além da aquisição de novos meios Navais, Aeronavais e de Fuzileiros Navais, ratificados com as recentes incorporações dos Navios de Apoio Oceânico da Classe Mearim, e do nosso Capitânia, o Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico. Novos meios que serão nossos olhos salvaguardando 95% do comércio exterior brasileiro, 91% da extração de petróleo e 73% do gás natural, nossos ativos nacionais vitais.
Protegendo nossas riquezas, cuidando da nossa gente!
Tudo pela Pátria!


ILQUES BARBOSA JUNIOR
Almirante de Esquadra
Chefe do Estado-Maior da Armada


Para saber mais sobre a nossa “Amazônia Azul”, acesse: 

 CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA MARINHA
"Marinha do Brasil, protegendo nossas riquezas, cuidando da nossa gente"

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

CRÔNICA DE UMA TARDE QUENTE...

Autora IZABELLE VALLADARES
Crônica de uma tarde quente, enquanto espero terminar a cirurgia da filha.. 
sentindo-se agradecida em HCA - Hospital de Clínicas Alameda.
Desci a serra em direção ao RJ, no alto, estávamos com 26 graus, quando passamos o pedágio e chegamos próximos a Xerém, o termômetro foi a 41 graus. Olha que loucura? Um calor insuportável. Muito quente mesmo, eu estava no Uber, fechamos os vidros e ligamos o ar. Que maravilha! Logo começa o engarrafamento na Av. Brasil, ambulantes brotam do chão, das cercas, do nada, um senhor vendendo pipoca rosa, se arrisca zigue-zagueando no meio dos carros, vários rapazes jovens que deve...riam estar estudando, ali naquela árdua luta, pega pipoca, espalha biscoito, olha a água, olha a água, olha a água, abaixo um pouco o vidro pra comprar uma água, um menino de cerca de 12 anos, franzino, suado, se aproxima, pedi duas água. Pergunto pq ñ está na escola. Olha para os lados, provavelmente com medo de eu ser de algum conselho tutelar ou coisa parecida, responde que é feriado( não é) Os olhos mostravam o medo e a vontade de sair rápido dali. Fiquei com dó daquele olhar. Tinha dado 10 reais, recusei o troco, o carro avançou mais meio metro no engarrafamento, o vi pelo retrovisor abordando o carro que vinha atrás que ñ abriu o vidro, estava com alguns exemplares de livros que tinha levado para a neta do Uber em minha bolsa, ele costuma fazer minhas corridas, o vi abordando a janela em outro carro a cerca de 10 metros onde eu estava. Pedi ao Davi pra segurar na velocidade, peguei os livros e corri até ele. Dei os livros e olhei nos olhos dele, que estavam arregalados, desta vez com pavor. Pedi a ele para ler e não parar de estudar que era a única saída. Voltei correndo pro carro, com medo até de assalto naquele trecho. Sentei sentindo-me vitoriosa. De repente, ele bate no vidro, abri, o olhar de medo, virou olhar de riso:
_Obrigada tia eu nunca vou " me "se" esquecer disso.
_Pra você.
Estendeu os dedos sujos, me entregando o singelo saco de pipoca rosa que algum parceiro vendia, o presente encheu minha tarde de esperança, encheu meus olhos com um sorriso igual ao dele, encheu meu coração de certeza, que podemos fazer muito mais que só criticar o sistema. O ser humano deveria levantar uma única bandeira. Se nós, realmente, resolvêssemos não soltarmos as mãos, pelo que realmente importa, ñ estaríamos de camarote vendo o circo pegar fogo.
(Transcrição autorizada pela autora)

domingo, 11 de novembro de 2018

POÉTICA - VINICIUS DE MORAES




Publicada na...
Organizada pelo próprio autor, esse livro é a primeira Antologia da obra de Vinicius. Publicado em 1954, apesar da primeira edição não trazer a data, é reeditado de forma ampliada em 1960, pela Editora do Autor, de seus amigos Rubem Braga e Fernando Sabino. Na edição de 1954, é o mesmo Rubem Braga quem assina a orelha do livro. 

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

A NAVE ESPACIAL...

O primeiro livro nunca esquecemos...
                                       Acreditamos que o mesmo acontecerá  com a jovem
LETÍCIA BURITY ESTRELA (*)


Autora do livro "A NAVE ESPACIAL"
cujas ilustrações, também, são a expressão da sua criatividade.

Mas quem é Letícia? Trata-se de uma jovem de 10 anos. Filha de Helena Burity e Daniel Estrela.
Atualmente, cursando  o 4º ano do Ensino Fundamental no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora.

Não tivemos em mãos um exemplar do livro. Assim, vimos frustrada a disposição de dar uma maior amplitude e demonstrar a excelência do livro da jovem Letícia.

Assevero que o ensino da Língua Portuguesa tem por finalidade nas diversas propostas curriculares - criar situações nas quais os alunos ampliem o domínio ativo nas situações no mundo da escrita discursiva possibilitando o desenvolvimento de suas próprias ideias. 

Divulgando o realizado por Letícia esperamos que ela participe de outros projetos. Afinal, com muita propriedade lembremos das palavras de Monteiro Lobato:
Talento não pede passagem, impõe-se ao mundo.

(*) - sobrinha de segundo grau .

domingo, 28 de outubro de 2018

PRUMO - Poesia de Mhario LIncoln...


PRUMO, poesia de Mhario Lincoln
dita por Osmarosman Aedo


sexta-feira, 26 de outubro de 2018

O PEQUENO PRÍNCIPE (ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY)



Image result for Antoine de Saint-Exupéry
Escritor, ilustrador e piloto francês, é o autor de um clássico da literatura
"O Pequeno Príncipe", escrito em 1943.


Livro de criança? Com certeza!
Livro de adulto também, pois todo homem traz dentro de si o menino que foi.

<<<<>>>>

Entre as suas diversas frases famosas destaco:

"Aqueles que passam por nós não vão sós. 
Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós."

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

DOAÇÃO DE SANGUE (HOSPITAL CARDOSO FONTE)





Image result for hospital cardoso fontes

Image result for hospital cardoso fontes


Hospital Federal Cardoso FontesEndereço: Avenida Menezes Cortes, 3245 – Jacarepaguá

Rio de Janeiro – RJ
CEP - 22745-130



Amiga, Amigo, Leitor e Leitora
veja o vídeo abaixo





quarta-feira, 24 de outubro de 2018

UTILIDADE PÚBLICA...


São 24 anos fazendo tudo novo de novo.
 
De 24 anos pra cá, mudamos a vida de muitas crianças e jovens em tratamento de câncer. Ampliamos desde o número de atendimentos das famílias ao aperfeiçoamento da nossa forma de trabalhar. Aprimoramos nosso atendimento para gerar excelência e plenitude da vida à milhares de pessoas que passam pela difícil fase do câncer. Nos reinventamos, adaptamos nossos projetos à um novo cenário no Brasil e aprendemos a fazer tudo novo de novo. Conhecemos o real significado da palavra mudança, e ao mesmo tempo reconhecemos que algumas coisas são imutáveis: o câncer não para e a nossa missão continua...
 
Nossa relação com você faz parte desses 24 anos de causa e esperança, 24 anos de histórias, 24 anos de encontros que marcaram e que nos serviram de exemplo e inspiração a sermos melhores todo o tempo. Adquirimos valores mais valiosos que qualquer troféu.
 
Nos orgulhamos em poder afirmar que o nosso maior presente nesses anos, foi contar com você, que esteve conosco somando forças e multiplicando uma corrente de amor e solidariedade.
 
Nessa trajetória a Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro cumpriu o que se propôs a fazer, desde a sua fundação, e ofereceu o melhor e toda a dignidade que um hóspede em tratamento de câncer precisa para o seu bem estar e conforto. Fizemos dos nossos beneficiados, os nossos filhos, e oferecemos à eles o que também faríamos pelos nossos.
 
Fomos sérios quando foi preciso, emocionamos quando pudemos e fizemos festa quando achamos na celebração das conquistas a solução das futuras dificuldades.
 
Revimos o passado, as metas que ainda precisam ser superadas e a necessidade de nos mantermos firmes no propósito de excelência do trabalho beneficente. Com isso, é que confirmamos a crença de pensarmos grande e ampliarmos nossa capacidade de salvar vidas para mais 24 anos de história.
 
Verdadeiros heróis nos acompanham sempre, por isso, agradecemos a sua participação em nossas lutas em prol de um futuro melhor.
Sonia Cardoso Novais Neves
Presidente Voluntária


Se você ainda não é um amigo contribuinte, ou gostaria de nos ajudar, faça o cadastro para colaborar mensalmente com os programas sociais em prol das famílias.
 
Torne-se um contribuinte mensal ou faça do seu amigo, um novo integrante solidário dos próximos 24 anos de história da Casa.

Mande um email para captacao@casaronald.org.br com:
 nome / cpf / endereço / data de nascimento
 
 
 (21) 2566-3268 - captacao@casaronald.org.br
 

terça-feira, 23 de outubro de 2018

23 DE DE OUTUBRO "DIA DO AVIADOR"


 Ao ensejo do Dia do Aviador transcrevo palavras de 
Dalai Lama:

“Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar.”








DIVULGANDO...




Ambassadeur  -  Serge H Moïse

 Haiti

<<< >>>

"Paz"

Mesmo que fosse apenas um sonho
Deve ser cultivado sem pausa
Paz de espírito e coração
É a verdadeira chave para a felicidade

Toda a humanidade
Seria muito mais próspero
Não foram essas guerras sangrentas
Entre irmãs e irmãos

Orgulho e mesquinhez
Desconfiança e hipocrisia
Ganância e Ciúme
São fontes de tirania

Mas ele virá bem hoje
Onde a humanidade viverá com amor
Franchising e fraternidade
Em paz e solidariedade

domingo, 21 de outubro de 2018

DIA DA CRIANÇA - INSTITUTO CONSELHEIRO MACEDO SOARES...


Em 1923, nasceu a ideia de existir uma data para celebrar as crianças. O responsável por isso foi o deputado federal Galdinho do Valle Filho, que elaborou um Projeto de Lei depois que o Rio de Janeiro sediou o 3º Congresso Sul-Americano da Criança. Apesar de aprovado e oficializado pelo então Presidente da República, Artur Bernardes, o dia 12 de outubro, como data comemorativa, só foi vingar em 1955, por questões comerciais.


Resultado de imagem para DIVULGANDO
INSTITUTO CONSELHEIRO MACEDO SOARES
Rua Aquidabã, 540
Lins de Vasconcelos
Rio de Janeiro - RJ

Das 11 às 17 horas







sexta-feira, 12 de outubro de 2018

DIVULGANDO...


Escola Naval realiza a 73ª Regata
Realizar-se-á  no próximo dia 14 de outubro, a partir das 8h, a 73ª Regata da Escola Naval. A competição, que acontecerá no dia do velejador, reunirá competidores nacionais e internacionais de várias modalidades do iatismo e contará com a participação de aproximadamente oitocentas embarcações.

Conhecida como a maior competição náutica da América Latina, a Regata terá atrações para todos os públicos. No período matutino, acontece a 29ª Meia Maratona de Canoagem Oceânica e a 1ª Regata de Veleiros Rádio Controlados. No período da tarde, é a vez da competição entre os veleiros da 73ª Regata.

Os visitantes que prestigiarem a competição terão acesso a diversas atrações em terra firme – apresentação da Banda de Música dos Fuzileiros Navais, atividades esportivas/recreativas infantis, adestramento de cães, oficinas de nós e volta, instrução no simulador de tiro esportivo e exposições de várias Organizações Militares da Marinha do Brasil.

Idealizado pela Escola Naval, o evento é realizado ininterruptamente desde 1945, bastando aos participantes cruzarem a linha de partida com seu veleiro para fazer parte da prova.

"Marinha do Brasil, protegendo nossas riquezas, cuidando da nossa gente"

Veja também...

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

VETERANOS DA MARINHA...

Image result for 10 de outubro dia do veterano

 A nossa homenagem aos Veteranos da Marinha que, ao longo das carreiras, doaram parte de suas vidas para servir à Marinha e ao País, com dedicação e profissionalismo.







terça-feira, 9 de outubro de 2018

O NAUFRÁGIO DO BARCO A MOTOR "PRINCESA AMANDA"...



O NAUFRÁGIO DO BARCO A MOTOR "PRINCESA AMANDA" - E OS DESDOBRAMENTOS DO PODER MARÍTIMO.


"Você pode nunca saber quais os resultados virão
de suas ações, mas se você não tomar uma 
atitude, nenhum resultado virá."
Mahatma Gandhi

ELSON DE AZEVEDO BURITY*
Capitão de Mar e Guerra (Refº-T)



SUMÁRIO
· Introdução
· Histórico do Acidente
· Providências tomas pela MB
· O Desdobramentos no poder Judiciário
· Conclusão

INTRODUÇÃO

              Desde a ativação do Tribunal Marítimo (TM) em 05 de julho de 1934 e a promulgação da lei 2.180/1954, passamos a contribuir para a Segurança da Navegação, através do julgamento de uma infinidade de processos referentes aos chamados Acidentes e Fatos da Navegação. A Marinha do Brasil, através das Capitanias dos Portos, Delegacias e Agências, mantém-se  sempre presente nos mais distantes rincões do Brasil, levando sua experiência, tecnologia, meios materiais e pessoal que diuturnamente mantém um laço forte com a comunidade marítima e principalmente com as populações locais. Cursos, palestras, apoio às diversas solicitações da sociedade civil, populações ribeirinhas, praianas e o tráfego aquaviário sempre foi o nosso forte.

              Mas, mesmo com todo o esforço despendido, os acidentes acontecem e somos chamados para as providências decorrentes, como foi o caso do Barco a Motor (B/M) "Princesa Amanda", ocorrido nas águas escuras do Rio Negro.

Distinto leitor,
Para ler o inteiro teor da matéria, por favor, clique no link abaixo:



segunda-feira, 8 de outubro de 2018

REVISTA MARÍTIMA BRASILEIRA...


A Revista Marítima (RMB)  é uma publicação da Marinha do Brasil desde 1851 e é a revista marítima mais antiga do mundo em atividade.

A Revista visa ao desenvolvimento da consciência marítima buscando: 
Contribuir para o aperfeiçoamento dos recursos humanos, fornecendo subsídios necessários ao aprimoramento da cultura geral e profissional de oficiais e graduados.
Estimular a participação de oficiais e praças nas atividades culturais, permitindo a divulgação de ideias e experiências adquiridas durante a vida militar.
Contribuir para o estudo e o desenvolvimento da Doutrina Militar.
Divulgar atividades e realizações da Instituição e das Organizações Militares (OM).
Manter informado o público interno sobre assuntos de interesse comum à Marinha e aos seus integrantes.
Divulgar junto ao público externo atividades da Instituição e reforçar sua imagem perante a sociedade brasileira.
Estimular o espírito de corpo e o moral dos integrantes das OM.

Maiores informações, por favor, consulte:



Para melhor visualizar, por favor, clique na figura.