Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



quarta-feira, 30 de julho de 2014

REDE SOCIAL

 



 



►►►◄◄◄
O lançamento no exterior realizou-se no
 
 
 
 
No Brasil o lançamento ocorreu no Salão de Convenções do
 
Cada exemplar tem um separador de página
 Portanto, NOVOS RUMOS independente do lançamento aqui, ali ou acolá cumpriu o que se tornou marca registrada dos lançamentos do livros de autoria de Elvandro Burity:
- Ser um instrumento à prática da desinteressada beneficência.
  
►►►◄◄◄
Exemplares foram ofertados aos primeiros colocados Concurso de Poesias Literarte 2014 que teve como público alvo alunos do Colégio Equipe localizado na cidade de Lauro de Freitas - Bahia.

►►►◄◄◄
Exemplares foram enviados para as seguintes Bibliotecas Públicas:
Biblioteca Pública de Dois Irmãos do Buriti (Mato Grosso do Sul)
Biblioteca de Buriti do Tocantins (Tocantins)
Biblioteca Pública de Canto do Buriti (Piauí)
Um exemplar foi remetido para S.S. Papa Francisco

►►►◄◄◄

Exortação
►►►◄◄◄

Exemplar disponível em
http://pt.slideshare.net/elvandroburity/novos-rumos-36569847

sexta-feira, 18 de julho de 2014

DIVULGAÇÃO...


Pessoas, vêm e vão !
Pessoas, são o que são.
Chegam...fingem que ficam...
Se desvendam.
Pessoas...Ah! pessoas....

Partem.
Deixam as máscaras caídas pelo chão.
 

quarta-feira, 16 de julho de 2014

DIVULGAÇÃO...

de notre ambassadeur Adão Wons Bresil
 
 
INDIGNAÇÕES
Guerras violentas
de motivos ideológicos e políticos
mutilam inocentes
aniquilam populações inocentes.
Guerras violentas
de intolerâncias, disputam poder,
conflitos que não terminam mais.
Ideologias insanas
que consomem o mundo.
Interesses sobrepõem
sobre os inocentes
massacrados pela ganância
do homem que se diz racional.
Até quando tudo isto terá valor?
A que preço pagaremos
pela  Igualdade e paz?
 
ATÉ QUANDO
 Até quando
ogivas nucleares e mísseis
teleguiados por ambições e ódio
mutilarão inocentes?
Até quando
rosas nucleares de Hiroshima
viverão nos jardins do mundo?
Até quando
artilharias mergulharão
num mar de sangue?
Até quando
a intolerância  e poder desfilarão
 nas memórias de Stalingrado e Fall Weiss
valerão mais que vidas?
Ah, pobre homem  i(racional)
não sabe que;
a batalha termina  onde tudo começou
e o destino é igual para todos
Não há vencedores nem derrotados!
 

terça-feira, 1 de julho de 2014

CIDADÃO MESQUITENSE.


CIDADÃO MESQUITENSE.

Nasci no bairro de Quintino Bocaiuva. Em 1941 meus pais foram residir em Mesquita. Aos 15 anos de idade busquei o mundo... Muitos obstáculos vencidos... O tempo passou... Decepções... Frustações... Conquistas... Quanto mais avanço no tempo e no espaço: - O imaginário voa rumo ao transcendental... O importante é estar feliz e sobrevivendo... Alegre pela possibilidade de resolver os problemas... Faminto por novas experiências... De pé mesmo que empurrando a vida com a barriga – louvando e agradecendo, sempre, a Deus. 

Considero-me um abençoado egresso de Mesquita. Glorifico minhas raízes... Não se trata de saudosismo ou soberba. Sem esquecer as minhas origens e calçando as sandálias da humildade, agradeço ao Senhor da Verdade, ao Mestre de Obras Divino, ao Engenheiro do  Universo por estar vivo, acordado e energizado.
Residindo no bairro Méier não esqueço e nem renego os tempos de então... Nas palavras de Lon Blin:
"O homem que  esquece das suas próprias origens, esquece  do seu próprio nome."
 
O tempo vai longe... Agradeço aos meus pais biológicos Aldrovando Burity e Zelia de Azevedo Burity por terem proporcionado que eu viesse cumprir  meu "ciclo terrenal de resgate". Agradeço aos que nos mais de 73 anos de minha existência, comigo, mantiveram algum relacionamento/contato, que nas formas ou maneiras, direta ou indiretamente, contribuíram para confortar as minhas aflições e/ou reanimar o meu entusiasmo pela vida - os sinceros agradecimentos pelos conhecimentos e ensinamentos que absorvi. A isto chamo de: - Gratidão. Gratidão que dá sentido ao passado, traz paz para o hoje e cria uma visão para o amanhã. Gratidão que desbloqueia a abundância da vida.

Sem sombra de dúvidas o tempo trouxe respostas... Esclareceu dúvidas... Desnudou verdades... Sem esperar aplausos desta ou daquela plateia procuro arrancar do caos do mundo moderno motivações e esperanças que o futuro me assoma. Seguindo as palavras de William Skakespeare: "Eu aprendi que para se crescer como pessoa é preciso me cercar de gente mais inteligente do que eu."
 
Deus em sua sapiência de não me fazer perfeito... Concedeu-me o livre arbítrio para, por este mundo sem porteiras, aprender e evoluir a cada dia.

No início da Legislatura de 2014, por uma iniciativa do Vereador Gilmar Montoso, a Câmara Municipal de Mesquita aprovou a concessão do TITULO DE CIDADÃO MESQUITENSE.
O Título de Cidadão Mesquitense vem consolidar os laços que me unem ao Município de Mesquita.

Obrigado Vereador Gilmar Montoso!