Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

FRENESI...

Último dia do ano.
As nuvens negras
viraram chuva de prata
que lavaram a alma.
Remédio que acalma.
O poeta é assim:
abre a alma e o coração
para em versos cantar
o frenesi do final de ano.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O MELHOR DE 2010...

O MELHOR DE 2010 ERA MESMO ESPERAR POR ELE!
Por Alessandra Leles Rocha
Publicado em: www.paralerepensar.com.br - 16/12/2009


Aos que assistiram “2010 – O ano em que faremos contato1 a proximidade com esse novo ano causa certa frustração. Chegaremos em 2010 com a vida de sempre; nada de espaçonaves, roupas futuristas, viagens interplanetárias, mundo robotizado e computadorizado, como aparecia no desenho dos Jetsons 2.
O novo ano chega e para muitos de nós a impressão percebida é de ainda estarmos nas cavernas. O comportamento bestial do Homo sapiens prevalece de forma absurda apesar de todo o desenvolvimento intelectual e cognitivo; é como se sua racionalidade fosse totalmente irracional.
Alvo preferencial de sua barbárie, o Meio Ambiente vem sendo dilapidado insustentavelmente, ao ponto de colocar em risco a própria sobrevivência humana – escassez de água potável, contaminação do solo, ar e recursos hídricos, enchentes, secas, degelo polar, elevação da temperatura, desmatamento, desequilíbrio da cadeia alimentar etc. Não satisfeito em destruir o entorno, o ser humano volta-se contra si e seus semelhantes. Fomenta conflitos e guerras em nome da conquista de territórios e do que eles possam oferecer em riqueza e poder, espalha o vício e o comércio de drogas e entorpecentes, faz dos veículos automotivos armas letais de exibição pública, induz a ganância e a cobiça como elementos indispensáveis para a aceitação social,...; enfim, perdeu a noção sobre o próprio instinto de sobrevivência.
Então, diante de tudo isso, todo o progresso científico e tecnológico perdeu qualquer sentido. A humanidade do terceiro milênio, que chega a primeira década do ano 2000, perdeu-se pelo caminho! Não fizemos contato com o melhor de nossa evolução! Desbravamos o universo, enquanto destruíamos nosso próprio lar. O futuro chegou; mas, ainda não abolimos nossos tacapes rudimentares. O melhor de 2010 foi mesmo esperar por ele!
________________________________________
1 http://pt.wikipedia.org/wiki/2010_(filme).
2
Desenho criado em 1962 por Joe Barbera e Bill Hanna, nos estudios da HB Produtions, contava em seus episódios como seria o cotidiano da raça humana no futuro tomando como referência uma família muito simpática: Os Jetsons. Imagine-se num ambiente repleto de recursos inovadores que só facilitariam o dia-a-dia, como por exemplo: a partir de uma pílula, fazer uma refeição ou ter como transporte uma nave espacial veloz. Imaginou? Os Jetsons vivem assim, pois no futuro tudo é diferente, rápido e dinâmico. Composta por: George Jetson, sua esposa Jane, seus filhos Elroy e Judy, o cãozinho de estimação Astro e Rose a robô empregada. Na animação, George e sua família passam mensagens otimistas aos seus espectadores, mesmo vivendo situações engraçadas de maneira bem humorada. Por isso a fórmula, cedida à trama por parte de seus criadores, deu certo. ( http://www.anos80.com.br/desenhos/jetsons.html )

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

CAIXINHA DE SURPRESAS...

A vida definitivamente é uma caixinha de surpresas. Ou será que não? Afinal, embora possamos planejar nossos dias, que garantia temos de que, amanhã, acontecerá o planejado.
Comparando a vida = uma caixinha de surpresas, temos que estar sempre preparados para o que vier. Não estou dizendo que é para ficarmos temerosos com o amanhã.
Estou tentando passar a ideia que devemos estar preparados para o que acontecerá amanhã, e que tratemos os fatos, acima de tudo com maturidade e nada de ficar chateado, curtir revolta, procurar culpados ou insistir na busca da resposta para: - O que fiz de errado?
Nossa vida pode mudar de um momento para o outro. Assim são os acontecimentos. E nada de sintonizar: - Comigo não acontecerá. Então, devemos viver o hoje, sem desprezar o amanhã. Porém, sem convicções que o retorno será aquele que desejamos.
Longe estou de pensar seja a Terra o planeta de provas e expiações. A palavra expiação pode ser encarada como castigo ou até como vingança (olho por olho dente por dente). A imagem que tenho é que alguns imprevistos/acontecimentos nos forçam a corrigir um ou outro rumo de nossas vidas (no sentido de vencer alguma das nossas ignorâncias), mas nunca para nos castigar. Assim sendo, será válido comparar os imprevisíveis acontecimentos do amanhã às feridas de uma criança que começa a andar. Ou seja como sendo fruto da nossa liberdade de pensar, agir e do nosso livre arbítrio ou como um retorno:- Aqui se faz. Aqui se paga.
Você tem um conceito diferente quanto a caixinha de surpresa? Para mim pouco importa a resposta. Ao desenvolver o tema moveu-me o sincero desejo de levar o leitor(a) meditar sobre os acidentes de percurso da vida. Afinal, o tempo certo é aquele em que as coisas acontecem e o amanhã a Deus pertence.
Paz!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

MEIO AMBIENTE

No momento em que o Bella Center é palco de reuniões para discutir as mudanças climáticas, a COP 15 ou melhor a 15ª Conferência das Partes sobre o Clima, com direito a algumas manifestações contrárias, constata-se que, em 2009, 95% do total das mortes por desastres naturais tiveram origem em eventos climáticos. Portanto, direta ou indiretamente, ligados a questão ambiental. Questão ambiental que está cada vez mais presente no viver da humanidade.

O atual sistema de valoração, infelizmente, propicia modelos de desenvolvimento que são insustentáveis.





Independente da orientação teórica e/ou política que se adote, a ética ecológica é a mola reflexiva que permitirá, mesmo inseridos em uma cultura consumista, individualista, passemos a questionar essa própria cultura.

No trato com o MEIO AMBIENTE devemos buscar ações que relacionem - o ser humano, a natureza e o universo - afinal os recursos naturais são finitos e o principal responsável pela degradação é o SER HUMANO. Não podemos perder de vista a importância de formar cidadãos cada vez mais conscientes e comprometidos com a defesa da VIDA.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O VENTO ESTÁ LEVANDO

As ovelhas negras
se multiplicam...
Disse-que-disse para lá... para cá...
Alguns querem ser dono da verdade
outros imaginam-se "tendo o rei na barriga"...
Parecem tomados de um surto "amnéstico".
Resultado?
As desavenças aumentam.
A união?
Que terrível realidade:
- Está virando letra morta.
Bah! Acredite:
- O vento está levando.

sábado, 12 de dezembro de 2009

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

APRENDA A VALORIZAR...

Aprenda a valorizar o que tem e não o que perdeu.

AME A SI MESMO E OBSERVE!

Nas palavras de Buda:
Ame a si mesmo e observe – hoje, amanhã, sempre!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

POIS É...


A vida é uma tragédia quando vista de perto, mas uma comédia quando vista de longe.
Charles Chaplin

ö

Qualquer um pode zangar-se - isso é fácil. Mas zangar-se com a pessoa certa,
na medida certa, na hora certa, pelo motivo certo e da maneira certa - não é fácil.
Aristóteles, em Ética a Nicômaco

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

BAIXA COMÉDIA...

Na calçada pessoas que passam...
Ciganas tentam reter-lhes os passos
Magnetizando sofrimento e
fingindo trazer a sorte
exploram qualquer incauto passsante. Afasto-me e em silêncio
Contemplo mais uma engabelação
Síntese de uma baixa comédia humana.

domingo, 15 de novembro de 2009

ONIROCRISIA



Sonhos alicerce de ideais:
rosas do presente, fagueiras ilusões de hoje...
duros desenganos do amanhã.
Neste mundo cercado de invejosos,
revoltados, oportunistas e falsos amigos.
Gente que vai, gente que vem
Gente que chora, gente que ri
Gente que mata, gente que consola.
Não posso salvar o mundo
Eis o grito de alerta:
- Não tem mais jeito acabou.
- Boa sorte!
- Tudo o que sinto não são só palavras.
- O que sinto não mudará...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

O DOCE LADO DA INVEJA

Nas palavras de Marilyn Monroe:
- "Se você não consegue lidar com o meu pior, não merece meu melhor".
Nas palavras de Dunga - Técnico da Seleção Brasileira de Futebol:
- "Não pisem no meu calo".
◄◄◄-►►►
Dito isto, transcrevo a crônica publicada na Revista RIO SPORT - ANO 03#10 ago.NOV.09. Por Fernanda Mello - autora do livro Princesa de rua. Neutra Editora.

O DOCE LADO DA INVEJA
Não há como fugir: em alguma hora, a grama do vizinho é – e sempre será – mais verde. Não adianta termos o que precisamos. Estamos sempre na busca de mais. Não importa se o plano não nos cabe. Não interessa se o projeto não nos trouxer a menor alegria no final.

A verdade é que sem autoconhecimento e sem simplicidade, a vida pode parecer pequena demais diante de tanto sonho. E o sentimento que fica? Uma insatisfação ali, uma inveja que volta e meia a gente tenta esconder. E a gente jura, de pé junto, que não sente nada de ruim no peito.

Afinal, crescemos com a ideia de que tudo isso é feio. Muito feio. É, concordo que a inveja é um sentimento vagabundo. Mas, se prestarmos atenção, é possível transformar o tal pecado em algo bem mais proveitoso. Quer ver só? Sentiu um incômodo ao saber que sua amiga foi promovida e ganhou um aumento inacreditável? Bom, pra começar, sorria. De coração. Recicle o sentimento dentro de você. Comemore com ela, pegue-a como exemplo e transforme aquela invejazinha em pura fonte de inspiração. Mas, entenda uma coisa: a ordem não é copiar ninguém. (Afinal, onde está sua personalidade?). Encontre seu estilo, seu jeito de lidar com a vida, suas próprias limitações. Descubra-se. Aceite-se. E mãos à obra!
Eu, por exemplo, invejo deliciosamente a escritora Adélia Prado. Cada frase dela é, para mim, um abalo no meu possível orgulho, um aviso de que eu ainda não estou preparada, um ensinamento contínuo de que – sim! Podemos ser melhores a cada linha.

Pois bem. Era isso o que eu queria dizer em tempos de muitos pecados e ligeiras confissões. Sentimentos pouco nobres habitam em todos nós e não há como fugir disso. O importante é o que iremos fazer com eles. E o que eles poderão fazer com a gente (Se deixarmos).

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

"DELEITES" DA APPERJ

DELEITES
NOVEMBRO 2009, Nº59

GRATIDÃO...

Eliana Mariath Dantas e Diva Pavesi, sem ordem de precedência, agradeço os momentos vivenciados nas atividades culturais. Acreditem! Conviver com vocês foram momentos de crescimento individual nos quais pude agregar algo de positivo em minha senda por este planeta.

Sapientia - Salus - Stabilitas

Obrigado...
Pela amizade de cada uma.
Por terem relevado os meus defeitos...
Por meus valores aumentados...
Pela paz e segurança transmitidas...
Pelo silêncio que disse quase tudo...
Pela pureza dos sentimentos...
Por esse amor fraterno tão constante...
Por tudo isso e muito mais:
"Grande Arquiteto do Universo e Fada Madrinha da Cultura
abençoe e proteja
as amigas
Eliane e Diva".

domingo, 8 de novembro de 2009

NEM AZAR E NEM SORTE...

... Nem azar e nem sorte...
Muito embora na vida existam perdedores e ganhadores. A vida não é um simples jogo de cartas marcadas. "Não há prêmio ou punição na vida, apenas consequências. Isto no trabalho, amor, familia, dinheiro, saúde - Marta Medeiros-ZH-28.10.09 "
Sendo válida tal premissa será coerente estender para todas as circunstâncias de nossas vidas? Não acredita? Então acorde do mundo de fantasias e no trato com os "antagônicos"´- perdoe sempre. Mas não esqueça o "antagonismo" ele pode ressurgir do nada ou a qualquer momento. Afinal: - "Cesteiro que faz um cesto faz um cento".
Na vida há duas maneiras de aprendizado: pela dor ou pelo amor. Nós decidimos, nós plantamos e nós colhemos!
A vida é simplesmente o reflexo das nossas ações.
A vida não é uma sucessão de coincidências, de acasos... ou seja tudo resulta em consequências de nós mesmos!!!

sábado, 7 de novembro de 2009

VERNISSAGEM DE "MARCEL DE VILLEMOISSON"

No dia 5 de novembro compareci na vernissagem de Marcel de Villemoisson realizada no Forte Copacabana.
Diva Pavesi e eu.
••••

Palavras de Diva Pavesi - Commissaire de l' exposition - Présidente de Divine Productions - publicadas no France Monde Culture - novembre 2009 - Numéro Spécial MOSAÏQUE:


"MARCEL DE VIULLEMOISSON"- "SUR LA POINTE DES PIEDS..."

Homme et artiste unis pour la Gloire de l'Art et L'AMOUR UNIVERSEL

J'ai connu Marcel de Villemoisson en 2003, lorsque j'avais été invitée à assister à la Cérémonie de la remise des récompenses de la Société Académique Arts Sciences Lettres.

Acette époque, Marcel de Villemoisson officiait à la Société Académique comme Secrétaire Générale Adjoint, sa muse et épouse en étant la Secrétaire Général.

Viilemoisson faisait partie du Conseil d' Administration, de la Commission Supérieure des Récompenses et par ailleurs Créateur et Commissaire Général du Salon d'Art. Egalement rédacteurs très actif du Cahier d'Information "Rayonnement".... e finaliza

..."Je finirai par dire: Marcel de VILLEMOISSON, tu as intérêt à vivre encore 80 ans, pour que nous soyons ensemble pour fêter tes 160 ans. Tu es una grande leçon de vie pour nous tous. Tu es le Soleil, ta femme ta lune, vous êtes les plus beuax amoureux de cette planéte. Tes poupés sont heureuses d'avoir traversé l'océan atlantique et visité le merveilleux Fort fe Copacabana. Les enfants vont se réjouir de ton talent et de la beauté de tes tableaux.
Rio, comme le Christ t'ouvre ses bras et de dit: Bienvenue chez toi!"


Envelope comemorativo da vernissagem obliterado no dia 5 de novembro de 2009

◄►

Fotos:

(Fotografias gentimente cedidas por Teresa Linhares)

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

DEFINITIVAMENTE... SINCERAMENTE...

No pouco tempo de vida neste planeta o cotidiano bem demonstra: - Aqui se faz. Aqui se paga. Uns mais outros menos... para alguns até parece que nada aconteceu. A Lei Superior não falha. Pode ser lenta, demora e às vezes parece até que não machuca... Definitivamente: - Deixa marcas indeléveis. Marcas que costumo dizer: - Nem Freud explica. Definitivamente, mesmo sem viver do passado, remoendo histórias... Devemos e temos que conscientizar-nos de que nas nossas origens raízes estão a chave de tudo. Definitivamente, há mais mistérios entre o DNA (ácido desoxirribonucleico) e a vida, do que sonha nossa vã filosofia!
O assunto pode ser polêmico e comportar diversas análises ou interpretações. Muito embora, para algumas pessoas: - Vez por outra, eu faça deste blog, uma tribuna para externar algumas cáusticas visões do decadente mundo em que vivemos ou até de assuntos que fustigam o meu interior. Em verdade, ao escrever DEFINITIVAMENTE... SINCERAMENTE... moveu-me a vontade de demonstrar a CAUSA E EFEITO e A LEI DO RETORNO onde uma pessoa tinha tudo e perdeu tudo. Desprezou e foi desprezado. Foi amado e não deu valor ao amor. Então que possamos aprender com a dor, com o desprezo, com o fracasso, com a humilhação, com a falta de amor. Que comecemos a relembrar quantas vezes deixamos de valorizar certas pessoas o quanto ela merecia.
Definitivamente... Sinceramente... Um dia ao fecharmos os olhos, olhando para dentro de nós mesmos, nos conscientizaremos o quanto nós nos enganamos. Portanto, não fira para não ser ferido, não magoe para não ser magoado, não desvalorize para não ser desvalorizado, não menospreze a capacidade dos outros, não se julgue mais sábio que os outros. Todos nós temos muito que aprender. Não exija perfeição de ninguém. Todos nós temos imperfeições. Use a franqueza sem pisar. Não negue favores, precisamos sempre arranjar um tempinho para fazer um favor quando alguém pede.
"A vida sempre será uma troca. De um dar e um receber".
PAX!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

OLHO GORDO - PECADOS CAPITAIS - AS SETE VIRTUDES

OLHO GORDO

PECADOS CAPITAIS:
Soberba, inveja, ira, preguiça, avareza, gula e luxúria.

CONTRAPOSTAS TEMOS AS SETE VIRTUDES:
Humildade, caridade, paciência, diligência (presteza), generosidade, temperança (autocontrole, moderação) e castidade.
Devem santas demais para o nosso tempo?

Ah, o tempo passa tão rápido... Cuidado! Daqui nada se leva.
NÃO CONCORDA? Assista ao filme "Seven – os sete crimes capitais"?

O invejoso é um monstro de olhos enormes... olhos que nos abarcam e tragam tudo... vampirizam nossa alegria, nosso sucesso, o amor que encontramos, tudo. Tudo o "monstro" quer para si.
A inveja corrói quem a guarda e – dizem – pode atrasar nossa vida.
Sai pra lá, olho gordo!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

ASSIM É A VIDA...

Assim é a vida... vez por outra encontramos pessoas maravilhosas... Dizem que a primeira impressão é a que fica... Portanto, Maria Luiza Santos Gomes de Oliveira você marcou o nosso encontro e durante muito tempo manterei viva na memória a nossa primeira conversa.
Aceite o meu abraço fraternal e poetano com os votos de sucesso.
Com muita satisfação disponibilizo a poesia remetida, via mensagem eletrônica, no domingo, 1 de novembro de 2009 – 23:38

◄◄►►

A Primeira Docagem do NAe São Paulo


O mês e o dia são sete
No relógio sete
Inverno de céu azul
Fase de lua cheia
Estrelas o céu permeia
Na ilha agitações
Motivo: Porta-Aviões
O maior, o mais famoso
Da esquadra brasileira
O São Paulo agitou
A nossa ilha inteira
Sua primeira docagem
Exigiu calma e coragem
Da família marinheira
Almirante Régis, o dique
Preparado pra missões
Abrir-se para receber
O imenso Porta-Aviões
Militares e civis
Conhecimentos diversos
Unindo universos
Fase criteriosa
Foi o planejamento
A execução da faina
Realizou-se a contento
Macacões, coletes, capacetes
Espias cinzas e amarelas
Transformaram o espaço
Em uma enorme aquarela.

◄►◄►

A Desdocagem do NAe São Paulo


Manhã sete de outubro
Passa das sete horas
Depois da chuva vislumbro
Poças restam agora
Refletindo tons de chumbo
Rápidas que vão embora
O dia tão cinzento
Sem sol, brilho e calor
Dique vago no momento
Tem homens no seu labor
Fim do enclausulamento
Guiou-o o rebocador
Na ilha imenso vazio
Aeródromo partiu
Desdocou sem um pio
Pouca gente assistiu
Maré alta desafio
De dentro do dique saiu
Diária rotina
A ilha retomou
Lembrança na retina
A atração terminou
Saída em surdina
Logo no cais ancorou.

◄◄►►



Malu Oliveira, setembro/2003

««»»

No ano de 2005 Maria Luiza nos presenteou a poedia SOU MARINHEIRO. Na fotografia da placa a poesia não ficou nítida.


Razão pela qual vou transcrevê-la.

Ao Comandante Hespanha,

Sou Marinheiro

Conheço o navio de proa a popa
Do mastro ao lastro
Do convés ao calado

Em cada partida
Triste despedida
A alegria do retorno
O regresso ao porto;
A emoção do atracar

Mochila às costas
Coração apertado
Ansiando voltar

O mundo esférico
Torna-se pequeno
Diante do meu navio
Que cruza todo o mar

Mar que tem um cheiro
Que reconheço de longe
Encapelado parece
Um potro bravio
Jogando o navio
De lá para cá

Quando liso, parece um tapete
Que nos permite até deslizar

Inúmeras histórias, tenho pra contar
Começam na terra e chegam ao mar
Meu navio, minha armadura
Motivo da minha bravura
Na defesa do que é brasileiro
Pois afinal, sou marinheiro

Hoje, fico no porto, fico em terra
Mas continuo a amar o mar
Um amor mais que verdadeiro
Porque antes de tudo, sou marinheiro.

Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, 11 de março de 2005.

Maria Luiza – AMRJ-08

UMA REAÇÃO...

O dinheiro quando temos achamos que é eterno. Ledo engano. A saúde quando temos achamos que é eterna. Na prática a ausência de um deles ofusca todas as nossas previsões.
A vida pode ser difícil. Mas nós é que a complicamos.
Tendo ou não dinheiro. Com ou sem saúde. Independente do meu modo de proceder ou agir; por pior ou melhor que seja o resultado ou efeito desse processo ou por mais coerente que seja o meu pensamento ou intenção, infelizmente, sempre, haverá um criticastro de plantão. Hoje em dia, diante da critiquice, a minha reação, sem exageros é: "fuck you".

domingo, 1 de novembro de 2009

O CAMINHO SE FAZ AO CAMINHAR.

No meu caminhar conheci o Prof. Dr. Roberto E. Tulli

a primeira consulta de avaliação, a segunda de procedimentos e na terceira os retoques... eis que uma janela no diálogo se abre e descubro que além da competência e sensibilidade do trabalho, com as mãos, por ele realizado, existe algo mais... Há o lado criativo voltado para a poesia.
Dito isto, eis a quadra por ele declamada:
O amor é belo
Porque é eterno
E também foi breve
Como tudo que é infinito.
Não pude deixar escapar a oportunidade de dedicar um exemplar do livro de minha autoria EU, poetificando... para o poeta Roberto Tulli e um outro para sua assistente a Sra. Sandra.

sábado, 31 de outubro de 2009

FLORES...

Definitivamente flores não são um presente masculino e nem feminino.
São presenteadas por pessoas de sensibilidade.

Orquídeas

Uma das flores mais lindas da natureza
BRANCA, LILÁS ou AMARELA
Catléia, dendróbios, lélias e outras tantas...
Todas têm seu encanto.
Na cor branca da pureza
Ela é a imaculada.
Orquídea branca, em beleza
Uma jóia delicada da natureza.

Eis a linda orquídea, uma phalaenopsis, plantada em cachepô de vidro, a mim presenteada por Soraia Bueri de Barros.
Obrigado!
Não precisava se preocupar.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

JOGRAL DA WANDA BRAUER

No dia 29 de outubro de 2009, durante a reunião da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado do Rio de Janeiro – FALARJ, a Acadêmica, Escritora e Poeta Wanda Brauer proporcionou com as poetas Lahide Alves e Maria Luisa Oliveira momentos de raro encantamento ao apresentarem o jogral.



Anualmente, capitaneado por Wanda Brauer, é realizado um jogral que homenageia alguns poetas. Em 2009 foram homenageados: Elvandro Burity, Maria Amélia, Balassiano, Eliane Mariath, Messody, Godin e Abílio





Parabéns aos homenageados!

Obrigado Wanda, Lahide e Maria Luísa!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

DIPLOMA DA MEDALHA GLOBALE DEI DIRITTI UMANI

O Diploma e a Medaglia GLOBALE DEI DIRITTI UMANI foram entregues pelo Portale MLB Rappresentante della Società in Brasile - Luglio 2009 - Milano / Italia no dia 26 de outubro de 2009 na Casa das Beiras - Solenidade Comemorativa dos 20 anos de Fundação da Academia de Letras e Artes de Paranapuã - ALAP.

MEDAGLIA GLOBALE DEI DIRITTI UMANI

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

UM GRANDE APRENDIZADO...

Ontem viajei para Barra Mansa. Uma viagem cansativa. Um bate e volta. Sai do Méier às 13 horas e retornei às 02.45 da madrugada do dia 22.
Uma solenidade comemorativa de 135 anos de uma Instituição. Muitas homenagens... muitos discursos... No final um coquetel. Para mim tudo bem. Lá não fui para simplesmente "comer"...
Procurei ficar "ligado" nos acontecimentos da solenidade e no final veio a recompensa. Gravei na memória as palavras de Fernando Pessoa mencionadas pelo Presidente:
"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos".
Hoje, na primeira oportunidade, fui para internet para melhor assimilar o conteúdo do texto e encontrei o seguinte complemento:
"...Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és.. E lembra-te : Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão".

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

SEDUÇÃO... CONQUISTA...

Os teus lábios
me alucinam.
Teu corpo perfumado
em votivas caricias
aquece nossos corpos.
Num jogo de sedução
quero-te para mim.
Corpos em chamas...
descontrolados por desejos carnais.
Tudo e nada além de...
mais uma conquista.

domingo, 18 de outubro de 2009

GENTE...

Gente que vem...
Gente que vai...
Gente que odeia...
Gente que perdoa...
Gente que luta...
Gente que consola...
Gente que ajuda...
Gente que quer a paz!
Gente que por prazer prejudica...
Gente que guerreia...
Gente que complica...
Gente assim...
Gente assada...
Tem gente que nem parece gente.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

INTERESSANTE PARA REFLEXÃO: CERTO? ERRADO? VERDADE? MENTIRA?

Autora do Texto Eliane Gonçalves***

Najla Tavares aluna do 8º ano do Colégio TERRANOVA - Araruama
Conquistou no dia 26 de setembro o título de Campeã Estadual 2009 Campeonato Estadual de judô 2009 - Circuito de Alto Rendimento – Classe 12 anos - FJERJ.
Parabéns Najla Tavares!
Escolhi essa notícia como abertura da minha mensagem, pois fico orgulhosa quando vejo talentos conseguindo realizar seus sonhos e Najla faz parte desse grupo.
Acredito numa juventude sádia, por esse motivo envio aos pais e amigos o texto abertura para que possam ler e refletir.
E daí?
Gosto sempre de frisar que amo a Internet, mas amo mais ainda as vidas que poderão ser manipuladas por esse imbatível veículo de comunicação, devido ao desconhecimento e mau uso do mesmo.
Durante os últimos anos tenho atendido pais aflitos e em muitos momentos se sentindo impotente diante desse pequeno aparelho: COMPUTADOR!
Pode parece bobagem, mas só quem vive essa situação pode perceber e entender a razão de minha preocupação.
Digo sempre que um bichinho que vive pelas ruas não costuma morrer atropelado, mas um bichinho de estimação ao se ver diante de uma rua, quase sempre morre por falta de atenção e conhecer os perigos da mesma.
Quem nunca ouviu essas frases:
- Detesto internet...nem sei usar...
- Meu filho fica o tempo todo no MSN e não quer estudar...
-Não entro nesse tal de Orkut acho uma bobagem e coisa de jovem...
E por ai vai....
Aqui mora o perigo:
Colocar um objeto mágico na mão de inocentes e por não saber usar, o delegar aos colegas adolescentes ou a estranho para o ensino do caminho nessa navegação.
Digo ainda que uma grande quantidade de água pode gerar energia elétrica e iluminar lares, mas também pode gerar uma grande enchente e destruir lares e vidas. Vai depender da condução que dermos a esse caminho.
Sempre que converso com os adolescentes, digo:
Não recebam a minha fala como de uma pessoa chata, cheia de bla-bla-bla ou tirada do baú, mas de uma pessoa que ama vocês e se preocupa com cada um. E sei que eles entendem.
Nesse momento digo o mesmo para vocês!
Não tenho a verdade absoluta, mas o dever de indicar alguns caminhos para reflexão.
Hoje o meu convite é para que visitem os links abaixo, busque outros pela Net e tire as suas conclusões.
Sei que não falo nenhuma novidade, pois os assuntos estão em diversas manchetes na Internet desde 2007 , mas achei interessante trazer essa reflexão.
Certo? errado? Verdade? mentira?
A opção é sua, mas o dever é meu em orientar e mostrar o que jovens andam vivendo pela Internet, Orkut, blog, sites etc.
Uma boa leitura!
1º assunto: Emo
http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,6993,EPT1124406-1664-1,00.html
http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,6993,EPT1124406-1664,00.html
http://revistaepoca.globo.com/Epoca/0,6993,EPT1124406-1664-3,00.html
2º assunto: I-doser, a droga virtual
http://www.mixtotal.net/2008/06/i-doser-droga-virtual-que-virou-febre.html
http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u323147.shtml
http://brasilcontraapedofilia.wordpress.com/2007/09/03/atencao-droga-virtual-e-o-novo-perigo-da-internet/
http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL27650-6174,00-SITE+LIBERA+ACESSO+A+ALUCINOGENOS+VIRTUAIS.html

*** http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1347

sábado, 10 de outubro de 2009

A NATUREZA

Ouvi o cantar dos pássaros
Vi flores no caminho
Vi o sol nascer
Vi a natureza em festa
e tanta dor que oprime...


Tenho perguntas sem respostas...
Tantas coisas indefinidas...
Ao vê-las assim controvertidas
Sem medo de errar digo:
Se temos Deus conosco
Não temeremos a tempestade.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

SONHAR É PRECISO

Sonhar é preciso
Faço-o de olhos abertos
Sonhar é povoar de ideais
os dias do amanhã


Ideais rosas do presente
No futuro talvez desabrochem...
Hoje fagueiras ilusões
Amanhã duros desenganos.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

AO ENSEJO DO DIA DO IDOSO







ENVELHECER...
O ser humano é o único na face da terra que tem a consciência de que é finito. Os demais seres que habitam o nosso planeta podem até saber que existe a morte, reagem puramente a instintos, não são capazes de compreender que, um dia, vão morrer.
Falar de finito é complicado para aqueles que, como eu, já passou dos 65 anos. Entender a finitude implica em procurar ser ótimo em cada dia vivido e vê-lo como um momento único e que não mais se repetirá. A consciência do saber que se é finito nos coloca no contraponto da junventude, onde se tem a fantasia da eternidade.
Ao atingirmos a maturidade chegamos à verdadeira noção do fim. Ao alcançarmos tal estágio é desejável que o ser humano se torne mais pródigo, se entregue mais às suas produções e eternize de alguma forma o seu legado.
Muito embora seja válido o ditado popular: "Ninguém morre na véspera". A vida não é uma fatalidade. Não há uma regra para que atinjamos uma velhice sábia.
A vida e os sonhos têm coisas em comum.
Consideremos a vida como uma grande viagem. Onde com a consciência compra-se as passagens. Com o inconsciente, como um trem silencioso, nos transporta até o destino final.
(Texto transcrito do livro REVIVENDO O PASSADO... de minha autoria lançado em 27/4/2002 - Reg FBN 277.471Livro 500 Fl 131)

terça-feira, 29 de setembro de 2009

PROVÉRBIO

Dizem que é chinês
◄►►►
Há apenas duas coisas com que você se deve preocupar: se você está bem ou se você está doente.
Se você está bem, não há com que se preocupar.
Se você está doente, há duas coisas com que se preocupar: se vai se curar ou se vai morrer.
Se você vai se curar, não há com que se preocupar.
Se você vai morrer, há duas coisas com que se preocupar: se vai para o Céu ou vai para o Inferno.
Se você vai para o Céu, não há com que se preocupar.
Agora, se você vai para o Inferno estará tão ocupado, cumprimentando os velhos amigos, que nem terá tempo de se preocupar.
Então, para que se preocupar?