Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

sábado, 29 de outubro de 2016

AMIGO



         
           egundo o dicionário Aurélio, AMIGO - "é estar ligado a outrem por laços de amizade". Infelizmente, nem sempre sabemos conduzir uma amizade... Amizade que tal qual as flores murcham. Como é difícil  alimentar uma amizade.
No mundo moderno quem está amigo não é amigo... Na modernidade Amigo é aquele de quem podemos tirar proveito.        
          ecentemente um amigo solicitou-me um favor. Fui aconselhado não atende-lo. E não o atendi. Sabem o que o tal fato gerou? A nossa amizade foi para o "brejo". Naquela época consultei o dicionário para verificar o significado do meu sobrenome "buriti", encontrei como sendo uma palmeira (mauritia vinífera). Caso eu tivesse atendido aquele pedido teria me transformado em "laranja".         
       á períodos em que me afasto, por  motivos particulares, de alguns amigos. Mesmo assim eles estão presentes na memória e nas orações. O caminho do trem da vida às vezes me conduz ficar até contra os interesses de uma sincera amizade.
         
      lado   obscuro do amigo é que o "interesse", algumas vezes, passa a ser o fator mandatório nas amizades. Palavra malditosa: interesse. O fato é que ser amigo gera amizade... Amizade é escolha... Escolha é sentimento... Sentimento é adrenalina... Adrenalina completa o "mix", alterando  o conjunto do racional e do emocional.

        
        ara entendermos um amigo, o emocional não deve sobrepujar o racional. Caso contrário além de arcarmos com as consequências  e ônus do impensado gesto, ainda, perderemos o amigo.
    
    
 uito embora Amigos sejam aqueles de quem se espera e exige-se perfeição, mesmo sob o risco de tornarem "antagônico" temos o direito de não atende-los...


Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça.
No sucesso, verificamos a quantidade e  na desgraça a qualidade.
Confúcio
Nasceu em 551a.C - Faleceu em 479 a.C
Não deixou nenhuma obra escrita, mas seus discípulos coletaram pequenos provérbios do mestre, além de diálogos com ele, e os reuniram em um texto intitulado “Os Analectos”.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

O TEMPO VOA...




O TEMPO VOA...

Um tesouro precioso?
O tempo que voa.
Ao amigo o melhor presente?
Dar um pouco do seu tempo que voa.
À família e aos amigos
dedique o tempo que voa.
Quem é o dono do tempo?
Deus.
Que determina o hoje
Escreve o amanhã.
Apressar não adianta.
Tudo vem ao seu tempo.
A última palavra será dono do tempo.
O tempo que voa...

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

QUAL É?


Refere-se a Wikipédia que: Anjezë Gonxhe Bojaxhiu M.C. (Skopje, 27 de agosto de 1910Calcutá, 5 de setembro de 1997), conhecida como Madre Teresa de Calcutá ou Santa Teresa de Calcutá, foi uma religiosa católica de etnia albanesa, nascida em território sob Império Otomano, na capital da atual República da Macedônia, e naturalizada indiana, beatificada pela Igreja Católica em 2003 e canonizada em 2016. Considerada, por alguns, a missionária do século XX, fundou a congregação religiosa das Missionárias da Caridade, tornando-se conhecida ainda em vida pelo cognome de "Santa das Sarjetas".
Muito elogiada por inúmeras pessoas, governos e organizações, Madre Teresa de Calcutá também foi duramente criticada, especialmente por suas posições acerca do controle de natalidade, do aborto e da contracepção.[2] Ela também foi criticada pelas condições das casas dos moribundos que ela cuidava.[3][4] Christopher Hitchens,[5][6] Michael Parenti, Aroup Chatterjee e o Conselho Mundial Hindu destacaram-se nas críticas a Madre Teresa. Alguns estudos sugerem que a sua imagem de pessoa caridosa e humanitária é um mito.[7][8]

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

MENINA...



MENINA


Menina não tenha pressa...
Quem não sabe esperar
Não sabe valorizar...
Quem não aprecia te conhecer
Rápido te esquecerá...


Menina, no mundo de liberdades...
Tudo podemos...
Tudo é permitido...
A pressa que tem para iniciar...
É a mesma que terão para terminar...

terça-feira, 11 de outubro de 2016

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

28 ANOS DA CONSTITUIÇÃO CIDADÃ...


05 de outubro de 1988  x  05 de outubro de 2016
"28 anos da Constituição Cidadã."
A constituição de 1988 é a sétima do Brasil e a sexta no período República.
Dotada de textos que aborda as garantias individuais foi apelidada de
"Constituição Cidadã".

De maneira geral,  ela descentraliza o poder e devolve ao Legislativo a exclusividade de legislar, ao suprimir o mecanismo dos decretos-leis.

Nos tempos coetâneos recebe críticas por seu inchaço e pela discrepância entre a sua teoria e a realidade brasileira que continua com o cidadãos relativamente pobres e com com profunda desigualdade social.


A constituição de 1988, em seu bojo, trouxe entre elas:
►►► Medidas Progressistas ampliando os direitos trabalhistas das constituições de 1946 e 1967, reduzindo a jornada semanal de 48 para 44 horas, reinstituindo o direito de greve e instituindo liberdade de associação sindical, décimo-terceiro salário para aposentados e seguro-desemprego. Contando com mais de setenta incisos sobre os direitos de todo cidadão à vida, à liberdade, à igualdade, à propriedade e à segurança. Mais inovadores são os doze direitos sociais do Capítulo II, que incluem transporte, lazer, previdência social, assistência aos desamparados e proteção à maternidade e à infância.
Em reação às arbitrariedades da Constituição de 1967, ela reinstituiu o direito à livre manifestação de pensamento (vedado o anonimato) e a liberdade de expressão intelectual, artística, científica e de comunicação (fim da censura), além do direito ao habeas data, que garante a todo cidadão acessar qualquer dado a seu respeito em arquivos do governo. Quanto às eleições, estas voltaram a ser diretas e universais, sem distinção de classe ou gênero, embora obrigatórias para todos os maiores de 18 anos, exceto analfabetos (facultativa).
►►► Prerrogativas Centralizadoras restabelecendo a independência dos três poderes, a Carta de 1988 possibilitou um Poder Executivo relativamente inchado, com mais prerrogativas ao presidente, monopólio da União sobre exploração de minérios e grande controle estatal sobre as telecomunicações.
Críticos também apontam que, para assegurar seus vários direitos, ela dá salvo conduto à interferência do Estado na vida pública, como é o caso dos frequentes embates entre o governo e o setor privado em relação às leis trabalhistas. 

Emendas Constitucionais em
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Emendas/Emc/quadro_emc.htm