Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

VIVA A MATURIDADE!

A terceira idade ou a "melhor idade" ou a "felizidade" tem início entre os 60 e 65anos. Nesta fase é fundamental exercitar a capacidade de adaptação...
Em vez de se entregar ao "peso da idade" é melhor aprender a degustar a sabedoria que os sexagenários possuem, isto é, a capacidade de tentar envelhecer com dignidade que só o tempo traz, utilizando a experiência para desafiar os obstáculos do cotidiano.
Ser idoso pode não ser mérito... Ser idoso pode significar ser pintado como caquético... Ser idoso é ser desprezado como força de trabalho... Ser idoso é ser considerado ultrapassado... É injustiça ou discriminação? Uma coisa é certa: não podem deixar de reconhecer os tesouros de sabedoria que os idosos são detentores. O processo de envelhecimento e as patologias características da terceira idade dependem, basicamente, de três fatores: biológico, psíquico e social. Estes são os fatores que podem preconizar a velhice, acelerando ou retardando as doenças e os sintomas da idade. Envelhecer não significa se tornar mais frágil ou apenas esperar a vida passar. É aproveitar as experiências da vida para ser cada vez mais feliz e ativo.
Se cheguei onde estou... Foi com muito sacrifício... Não vivo de ficções e fantasias... Tenho consciência plena de que o poder é poder aqui e na China... Não sou um alienado e não me transverto em empavonado arauto no exercício da bajulação... Muito embora digam: manda quem pode, bajula quem tem juízo... O que reluz é o axioma: O poder é infalível, intocável, inatacável e está acima do mal e do bem. E aquele que viceja à sombra poderá colher frutos ligeiros, indiferentes à desgraça da grande maioria dos aposentados que se encontram abandonados sob o sol inclemente da excludência social.
Quando um idoso imita um jovem, o resultado pode ser cômico ou trágico, dependendo do talento de quem imita e do espírito de quem observa... Imagine, por exemplo, os comentários surgidos quando furei a orelha esquerda e passei a usar um pequeno brinco. Os críticos esqueceram-se de que o preconceito é o argumento de pessoas pouco esclarecidas. Por estas e outras é que desejo ser tão somente cabeça boa... Por estas e outras é que dou vivas à minha maturidade... Por estas e outras é que, mesmo sofrendo alguns constrangimentos, não tenho por hábito me colocar a serviço dos que fazem a história, mas daqueles que a sofrem...
Nas palavras de Christopher Morley, escritor americano: "A vida é um idioma estrangeiro: algumas pessoas a falam mal". Eu não sou diferente: às vezes não me é possível tolerar nos outros o que permito a mim mesmo.Tendo como atenuante a tentativa de imitar o sábio que, na opulência, permanece modesto. Não é fácil!
Viver é uma dádiva... Sobreviver no mundo atual é uma bênção...
AEQUAM MEMENTO REBUS IN ARDUIS SERVARE MENTEM
(Lembra-te de manter o ânimo justo nos momentos difíceis).

VIVA A MATURIDADE!

Nenhum comentário: