Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

terça-feira, 9 de agosto de 2016

A ESTRADA DA VIDA...


A ESTRADA DA VIDA...

Em verdade a estrada da vida não é uma reta... É uma estrada com  algumas curvas chamadas de fracassos e pontes chamadas confusão.

Nela encontramos quebra-molas que chamamos amigos. Nos deparamos, também, com os faróis de advertência: os familiares.
Para vencermos e chegarmos ao final, isto é termos sucesso, na estrada da vida, temos que ter um bom "estepe" ou seja como sobressalente:
muita determinação. Para nos impulsionar devemos contar com o motor chamada perseverança. Não esquecendo de um bom seguro: a Fé.
Com tantos requisitos, infelizmente, nem todos, chegam ao lugar chamado sucesso. Portanto, fiquemos atentos às palavras de Henry Ford:
"Não temer o futuro nem idolatrar o passado. O Insucesso é apenas uma oportunidade para começar de nova com mais inteligência. O passado só nos serve para mostrar nossas falhas e fornecer indicações para o pregresso futuro."
No meu entendimento, ninguém deve se envergonhar de corrigir seus erros e mudar as opiniões; afinal quem raciocina e aprende com as lições da vida: - Não há do que se envergonhar.
Na estrada da vida rumo ao sucesso substitua os desenganos por uma nova esperança.
Lembre-se: - Discriminação é coisa nojenta.
Muito embora às vezes tenha sido atitudes pusilânimes, sem dissimular, abominei a hipocrisia. Se por um lado não fui modelo de filho, procurei ser um bom esposo e pai. Inconscientemente, onde quer que eu vá lavarei um pouco do meus passado... Comparo a minha vida a um verbo conjugado na defectividade... O meu orgulho de ter sido marujo advém  dos possíveis elogios da vida. Elogios que podem ter sido um estímulo, mas o elemento incentivador foram os aplausos de minha consciência.

A educação e a cultura são os instrumentos transformadores de uma sociedade. A tecnologia e o conhecimento fazem parte do cotidiano,  impondo ações renovadas, enriquecedoras e dinâmicas. Tendo em vista o inegável mundo globalizado em que estamos inseridos, muito mais teria a dizer para reafirmar o orgulho de ter sido marujo. Que as palavras, por vezes, poéticas proferidas e as parábolas deixadas mas entrelinhas, possam atuar como um bálsamo consolador  para que todos os marujos diante das decepções que as atinjam...
O orgulho de um marujo não se alquebra diante do infortúnio... Seja o melhor em sua área, destaque-se pelo perfeccionismo, seja criativo. Faça o seu trabalho malfeito e você  odiará o que faz. Se algo vale a pena ser feito na vida, vale a pena ser bem feito. Viva com esse objetivo. Você, com certeza, na carreira de marujo, não ficará rico, mas poderá ser feliz porque a sensação do dever cumprido é bem maior naqueles que fazem o trabalho bem feito do que naqueles que fazem o mínimo necessário.
No livro "Revivendo o Passado", página 51, relatei o entendimento de um superior que dizia:-  "marujo tem que ser safo. Tem que mentir". Hoje, mais do que à época daquele diálogo, permito-me, veementemente, discordar. Hoje, temos marujos, homens e mulheres, que exercem a profissão com bom senso e que, obviamente, não medem esforços no sentido de promover o seu desenvolvimento cultural e as realizações de suas legítimas aspirações... Ser marujo não é ser mau...Ser marujo não é ser indolente... Ser marujo não é ser boêmio...
Consciente de minha fragilidade humana continuarei até meus dias finais, exercitando o labor ininterrupto de desbastar a pedra bruta das minhas imperfeições...
Por vocação, procurei uma profissão e, depois, apliquei-me a ela, portanto, apenas e todas as curvas e pontes, aproveitei os solavancos de alguns quebra-molas, tirei proveito do facho  luminoso de alguns faróis... Razões pelas quais, tenho vários motivos para me considerar um vencedor e dizer:
Fui um marujo? Sim. Com muito orgulho!
No meu entendimento ser marujo não é ser cínico... Ser marujo não é ser descrente... Estar e ser marujo é ter direitos e deveres... É dizer não à mentira e não às drogas... É dizer sim ao  ideal do bem servir a Pátria.
Estar marujo é ter  orgulho... Estar marujo não delega a ninguém o poder de trata-lo com gentalha, com desprezo ou  humilhação... Estar e ser conscientemente um bom marujo é estudar e perseverar...
Um bom marujo deve  lutar por melhores dias... Um ótimo marujo deve preferir as lágrimas de não ter vencido do que a vergonha de não ter lutado por dias melhores... Um ótimo marujo não se envergonhará da sua s condição de trabalho... Um ótimo marujo refletirá quanto ao fato de que não é a posição que exalta hierárquica  ou degrada uma pessoa... 
Partindo-se da  premissa de que é sempre pelo ideal e só  pelo ideal que nos dedicamos... Consideramos que os homens sacrificam-se por visões que o vulgo desdenha como ilusões... Tenho muitas razões para ter muito orgulho de uma dia ter sido marujo. Efetivamente, mesmo no meio acadêmico, não mereci os desdéns nem os ódios e agressões contra mim lançados... Continuo com a consciência tranquila: limpa e pura. Com o tempo tudo foi comprovado ser infundado... Mas nem por isso as "mentes doentias" deixaram de azucrinar os meus passos... Como disse um colunista social do passado: - "Enquanto os cães ladram a carruagem passa."
Depois de algum tempo de efetivo serviço, lembrando as badaladas do sino de bordo,


você poderá, ao olhar para trás, lembrar dos momentos onde tenha sido potencializado o cumprimento dos deveres e o exercício dos direitos com liberdade. Liberdade! Sim. Liberdade de expressão, de opinião, do ir e vir! Claro que não! Refiro-me a liberdade interior externada pelo verdadeiro espírito de doação a Pátria.