Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

"Ninguém é igual a ninguém. Todo o ser humano é um estranho ímpar." (Carlos Drummond de Andrade)

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Filiado a International Writers Association

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

quarta-feira, 4 de julho de 2018

NÃO EXISTEM ERROS... APENAS LIÇÕES...


Se a vida fosse uma perfeita alquimia, ao nascer eu já estaria equipado com todas as qualidades para atravessá-la sem o menor dilema, percalço, erros ou omissões.
Senti na pele o pouco caso... Vivenciei constrangimentos... Presenciei muitas falsidades e demagogias... Em outras escorreguei em atitudes, gestos ou ações que nem Freud, se vivo fosse, explicaria.
Nesta altura da vida, resultante do consumo de várias horas de energia ortográfica foram escritos mais de 30 livros, publicados vários artigos em revistas, na internet e de algumas participações em antologias no Brasil e no exterior – com a teimosia e ousadia que me são peculiares escrevo do jeito que gosto. Ouso escrever com o objetivo de, nas entrelinhas, informar e opinar, reproduzindo de forma pessoal algo que senti ou vivenciei.
 
O lançamento dos meus escritos sempre tiveram como pano de fundo uma ação filantrópica.  São escritos que sintetizam deduções e conceitos que registram o ziguezaguear da vida de um marinheiro que com alegria, mesmo afastado das lides do mar, ainda, diante do cheiro de maresia, vislumbra-se com o eterno marulhar no turbilhão do passado - escrevendo ora com o verbo no singular "eu" e outras no plural "nós".

Nas incerteza da vida temos que nos equilibrar entre os extremos...  Tenhamos certeza que mesmo nas cinzas sombras da vida devemos insistir no azul caminho da esperança...





 

 

Na vida não percamos  o foco de que a maior distância entre as pessoas é o mal-entendido.
 
Se no caminhar esparramarmos espinhos – não andemos descalços.
 
 
 
 
Consequentemente, irritar-se com as injúrias é reconhecer que têm algum fundamento; desprezá-las é condená-las ao esquecimento. 

 
"Felizes aqueles cuja vida é pura e seguem a Lei do Senhor.

Felizes os que guardam com esmero seus preceitos e o

procuram de todo o coração e os que não praticam o mal,

mas andam em seus caminhos"

 (Salmo 118, 1-3).