Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

AMIGO

Do livro de minha autoria FATOS E REFLEXÕES.

Segundo o Dicionário Aurélio AMIGO é estar ligado a outrem por laços de amizade.
Infelizmente, nem sempre sabemos conduzir uma amizade... Amizade tal qual as flores murcham. Como é difícil alimentar-se uma amizade. No mundo moderno amigo não é quem foi amigo... Amigo é quem está sendo amigo... Amigo é aquele de quem podemos tirar algum proveito.
Recentemente, um amigo solicitou-me um favor. Fui aconselhado a não atendê-lo. E não atendi. Sabem o que tal fato gerou? A nossa amizade foi o brejo. Naquela época conSultei o dicionário para verificar o significado da palavra "buriti"; encontrei como sendo uma palmeira (mauritia vinifera). Caso eu tivesse atendido aquele pedido teria me transformado em "laranja".
Há períodos em que me afasto, por motivos particulares, de alguns amigos. Mesmo assim eles estão presentes na memória e nas orações. O caminho do trem da vida às vezes me conduz ao ficar até contra os interesses de uma sincera amizade.
O lado obscuro do amigo é que o "interesse", algumas vezes, passa a ser o fator mandatório nas amizades. Palavra malditosa: interesse. O fato é que ser amigo gera amizade... Amizade é escolha... Amizade é um sentimento... Sentimento é adrenalina... Adrenalina que completa o "mix", alterando o conjunto racional e emocional. Para atendermos um amigo, o emocional não deve sobrepujar o racional. Caso contrário além de arcarmos com as consequências e ônus do impensado gesto, ainda perderemos o amigo.
Muito embora Amigo seja aquele de quem se espera e exige-se perfeição... Mesmo que venham a ser tornar "antagônicos" temos o direito de não atendê-los...

Nenhum comentário: