Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!



domingo, 29 de março de 2009

ÉTICA

"Quando se pensa nas relações do homem com o meio em que vive, de imediato vem à mente a dicotomia entre fazer o que bem se pensa ou ficar condicionado pelas regras que ordenam a vida sociocultural." Severo Hryniewicz
É ultrapassado o conceito de que a ética só deve existir em ambientes como escola e igreja. Assim sendo é perfeitamente factível instalar uma "cultura de ética" no ambiente familiar. O não "agir e pensar com ética" no ambiente familiar, também, poderá produzir efeitos altamente indesejáveis.
Considerando-se que os valores morais impõem-se como força de comando que acabam por ditar o que se deve ou não fazer numa determinada situação.
Não há um consenso entre os estudiosos da ética, isto é, sobre o modo como os seres humanos devam se comportar para realizar o ideal ético e – serem felizes. Entretanto, constata-se que ao longo da história da ética, desenvolveram-se diversas vertentes de pensamento ético com diferentes filosofias morais. Arthur Schopenhauer dizia:
"É bem mais fácil pregar uma moral do que fundamentá-la."
Dito isto, qualquer um de nós sabe que deve ser generoso, leal e honesto e que não deve roubar, trair ou matar o próximo. Assim sendo podemos dizer que a ética engloba quatro grandes linhas: éticas de interesse ou utilitarismo, éticas do dever, éticas de situação e éticas das virtudes. Em família: não falar pelas costas, não fofocar, não ter soberba etc etc
Filósofos de todas as épocas concordam que – quando se trata de ética – é indispensável que a interioridade ou a consciência humana se faça presente. Assim para classificarmos os atos humanos na perspectiva da ética é preciso que sejam preenchido os requisitos básicos de: liberdade e consciência.
Por estarem os valores éticos vinculados aos seres humanos – eles são riquíssimos. Por extensão, os valores éticos emergem dos diversos modos como o ser humano se coloca no mundo, de como se relaciona consigo mesmo e com os outros.
No trato com valores e princípios éticos, posso dizer que:
"Ser ético significa respeitar os múltiplos modos de ser e aparecer da pessoa – tanto na sua face individual, como enquanto membro da sociedade".
Onde cada valor corresponde a um princípio ético, ou seja, um imperativo, um comando, um convite à ação.
Não basta incrementar princípios de justiça e razão. Sem sombra de dúvidas o escrever sobre a ética me fez ver que algumas bem próximas de mim estão esquecendo a ética. E para eles, infelizmente, os meios estão justificando os fins. Para tais pessoas ética parece que é coisa pra inglês ver".
Se a ética é o exercício do nosso modo de perceber como é que nós existimos coletivamente, então podemos pensar com seriedade naquilo que François Rabelais vaticinou: "Conheço muitos que não puderam, quando deviam, porque não quiseram, quando podiam".
Façamos a nossa parte de maneira responsável e íntegra porque o homem livre se aproxima de sua plenitude através de uma vida eticamente reta.