Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

DO BLOG DA AMIGA CARMEM...

DO BLOG DA AMIGA CARMEM
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

EM NOME DA SINCERIDADE


Sinceridade não é rudeza de trato,

Nem violência para esgrimir a verdade,
Não é sentimento policiador,
Nem desejo veemente de corrigir...

Em seu nome, descarregam-se desequilíbrios, magoas e conflitos,
Esquecidos da gentileza e da aflição.

Sinceridade
É companheirismo solidário,
participação discreta,
ajuda sem alarde,
socorro despercebido
para não deixar o amigo tombar,
nem falir.

A sinceridade
É como a luz do luar
que balsamiza e aclara, sem ofuscar.
Silencia ante as ofensas e aguarda o momento de esclarecer.
Apóia, quando pode erguer,
E desce para servir sem se jactar.

Fruto da afeição sincera
Nasce da flor da confiança irrestrita.
Possui semente de esperança
Que se desdobra
Em bênção sem par.

Sinceridade
É alma do amor
que se expande,
cabendo em todo lugar.
Não cessa de servir,
Não pára de ajudar.

Sê sincero como amigo,
Sê amigo qual irmão,
Amando sem cansaço,
Tomado de ternura,
Enriquecido de cooperação.

Sinceridade!
Quantos desvarios são cometidos em teu nome!

(De "Paz íntima", de Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Eros)

Postado por Carmem Sandra às 23:24
Marcadores: textos