Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
#FocoForçaeFé
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

"Considere como é difícil modificar a si mesmo e você entenderá quão pouca chance tem ao tentar modificar outras pessoas." - Jacob M. Braude

"Seja em você a mudança que quer para o mundo" - Ghandi´

Aos preconceituosos e aos piadistas, sugiro que olhem para si mesmos antes de julgarem os outros... Quem aponta um dedo para alguém, aponta três para si mesmo.


Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA.

DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA.
DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA - POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO ABAIXO...
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e alteradas com programa de edição de imagem.

PARA MEDITAR...

"OS HOMENS PASSAM, A OBRA PERMANECE!"

"GARIMPANDO AMIZADES:
PERDI MUITOS DIAMANTES ENQUANTO OCUPADO GARIMPAVA NO MEIO DE FALSAS PEDRAS PRECIOSAS."

"NÃO ME IMPORTO COM O QUE OS OUTROS PENSAM DE MIM. IMPORTO-ME COM O QUE EU PENSO E COM O QUE FAÇO. EIS UMA DAS CARACTERÍSTICAS DO MEU CARÁTER."

"NINGUÉM É OBRIGADO A GOSTAR DE ALGUÉM, MAS EXISTE UMA COISA QUE SE CHAMA: RESPEITO!"
Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços e valores. Reviravoltas. Ficamos surpresos... Às vezes, no caminho um pensamento nos faz dizer: -"Este é o pior momento da minha vida". Mas quer saber ? No final do caminho, das diversidades mais difíceis, o que não nos mata - nos torna mais forte.
Agora as diversidades não importam. Eis o dilema! A vida é uma jornada e não um aleatório destino. Egresso da Baixada Fluminense... Ex-Marujo...
De bem com a vida - acordado e energizado - faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens. Quem renega as suas origens, nega a si mesmo.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!


quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

AGRADECIMENTOS...


Ao ensejo da publicação da terceira e última parte da entrevista concedida em Curitiba. Publicada que foi em:
Não posso furtar-me externar alguns agradecimentos e, bem como, tecer algumas comentários...
Ao Distinto Irmão e Parceiro nas lides acadêmicas culturais Jornalista Mhário Lincoln (conhecido e reconhecido pelo Movimento Acadêmico do Rio de Janeiro) as minhas palavras são para agradecer o apoio que tem prestado ao Movimento Acadêmico Cultural do Rio de Janeiro e de Minas Gerais do qual faço parte.
Agradeço a justeza das palavras da Escritora Celeste Barros que bem refletem o meu pensamento e algumas atitudes. Bem como as demonstrações de elevada estima da Presidente da ALB-Mariana que nas entrelinhas apontou os percalços enfrentados: "barreira financeiras, políticas, inveja, pedras e outros seixos pontiagudos".
Muito me sensibilizou o comentário deixado por Denilson (Jacarecanga - Fortaleza - CE)

Não sou unanimidade e nem pretendo ser. Sou aberto ao diálogo. Razão pela entendo que somente os verdadeiros AMIGOS têm condições e são capazes de não se escudar em pseudônimo para divergir ou perquirir. Acadêmico que é Acadêmico, Amigo que é Amigo quando quer saber de algo deve fazê-lo olho no olho.
O trabalho acadêmico é algo voluntarioso que sem apoio oficial é realizado por alguns abnegados. Abnegados que se consideram "parceiros e amigos" uns dos outros e nunca "fãs". E, aqui, permito-me transcrever do Aulete - Dicionário digital:

1 Pop. Pessoa que admira (às vezes com exagero) um artista, uma figura pública etc.: "Ela é fã da Emilinha / não sai do César de Alencar..." (Miguel Gustavo, Fanzoca de rádio)

2 P.ext. Pessoa que cultiva uma grande admiração por alguém ou algo: fã de um time de futebol/ de uma marca de carro.

[F.: Do ing. fan, f. red. de fanatic, 'fanático'.]

Então, sem a menor intenção de ofender, é válido dizer que: - Amigo que é Amigo não pede "explicação maior". Amigo quando fala ou defende um ponto de vista não se utiliza do esdrúxulo artifício de envolver outras pessoas com o verbo na 1a.pessoa do plural (nós). Por outro lado, o Acadêmico é uma pessoa que, por excelência defende suas ideias e seus pontos de vista de peito aberto e que nunca se utiliza do grupo como massa de manobra para satisfazer seus próprios interesses ou curiosidades que lhe intranquilizam o espírito.
Eventos e acontecimentos do Movimento Acadêmico enquanto existirem pessoas com o caráter e disposição de um Mhário Lincoln quando divulgados cairão na grande rede e virarão notícia. Enquanto existir um aldravista a cultura será exaltada e considerada como produto de consumo no exercício da cidadania.

As reuniões do Movimento Acadêmico, todas e sem exceções, são públicas. Portanto quem por lá aparecer, além de tomar conhecimento dos assuntos da ordem do dia. Aqui, ali ou acolá poderá ser lembrado, ter seu trabalho reconhecido e muita das vezes ter seus esforços reconhecidos.
Reafirmo o meu agradecimento a todos que direta ou indiretamente tenham contribuído, de alguma forma ou maneira, no meu caminhar.

Para os periféricos repito:
NOLI FORAS IRE, REDI AD TI IPSUM IN INTERIOR HOMINE HABITAT VERITAS!