Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
#FocoForçaeFé
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

"Considere como é difícil modificar a si mesmo e você entenderá quão pouca chance tem ao tentar modificar outras pessoas." - Jacob M. Braude

"Seja em você a mudança que quer para o mundo" - Ghandi´

Aos preconceituosos e aos piadistas, sugiro que olhem para si mesmos antes de julgarem os outros... Quem aponta um dedo para alguém, aponta três para si mesmo.


Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA.

DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA.
DOWNLOAD LIVRO DE MINHA AUTORIA - POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO ABAIXO...
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e alteradas com programa de edição de imagem.

PARA MEDITAR...

"OS HOMENS PASSAM, A OBRA PERMANECE!"

"GARIMPANDO AMIZADES:
PERDI MUITOS DIAMANTES ENQUANTO OCUPADO GARIMPAVA NO MEIO DE FALSAS PEDRAS PRECIOSAS."

"NÃO ME IMPORTO COM O QUE OS OUTROS PENSAM DE MIM. IMPORTO-ME COM O QUE EU PENSO E COM O QUE FAÇO. EIS UMA DAS CARACTERÍSTICAS DO MEU CARÁTER."

"NINGUÉM É OBRIGADO A GOSTAR DE ALGUÉM, MAS EXISTE UMA COISA QUE SE CHAMA: RESPEITO!"
Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços e valores. Reviravoltas. Ficamos surpresos... Às vezes, no caminho um pensamento nos faz dizer: -"Este é o pior momento da minha vida". Mas quer saber ? No final do caminho, das diversidades mais difíceis, o que não nos mata - nos torna mais forte.
Agora as diversidades não importam. Eis o dilema! A vida é uma jornada e não um aleatório destino. Egresso da Baixada Fluminense... Ex-Marujo...
De bem com a vida - acordado e energizado - faço do escrever a minha terapia ocupacional.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou. Não há como renegar as minhas origens. Quem renega as suas origens, nega a si mesmo.
Servir à Marinha:
Uma visão!
Um sonho!
Uma vida!


quinta-feira, 2 de junho de 2011

HUMILDADE & HUMILHAÇÃO



Publicado em


Humildade & Humilhação

Um das máximas tradicionais estabelece uma abordagem metafórica do conceito de humildade na relação entre o tronco da árvore de sândalo e o machado.
"Seja como o sândalo - que perfuma o machado que o fere." - diz o ditado.
A frase enseja algumas reflexões: por um lado pode veicular a idéia de que aquele que fere alguém levará consigo, por muito tempo, a lembrança do fato, ou o sentimento de culpa, o tormento, etc. Por outro lado, a mensagem mais recorrente com que temos deparado é a da humildade: a reação do sândalo frente ao machado que o fere seria de humildade, um sentimento de nobreza, de perdão, cristão em essência.
Entretanto, existe uma tênue - mas fundamental - linha que separa os conceitos de humildade e de humilhação.
Não estaria o sândalo sendo vítima da humilhação pelo machado? Da humilhação levada às últimas conseqüências...
Naturalmente, a resposta é discutível e de difícil consenso, porém nos remete à reflexão entre essas duas contingências, de etimologia semelhante, mas de acepção diferenciada: humildade e humilhação.
É uma atitude de nobreza de caráter ser humilde de coração, mas a humilhação merece repúdio, porque esta provém da prepotência, da intolerância - condições desprezíveis por princípio.
Um ato de sincera humildade tende a revelar um caráter nobre.
Uma atitude de humilhação pode desvendar um caráter podre.
Em síntese:
Humildade, sim.
Humilhação... jamais!
©Oriza Martins