Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

sábado, 2 de julho de 2016

DIVULGAÇÃO...



 
 
EFEITO MANADA
 
 
Por Alessandra Leles Rocha 
Pane no sistema, alguém me desconfigurou
Aonde estão meus olhos de robô?
Eu não sabia, eu não tinha percebido
Eu sempre achei que era vivo

 
Parafuso e fluido em lugar de articulação
Até achava que aqui batia um coração
Nada é orgânico, é tudo programado
E eu achando que tinha me libertado
Mas lá vem eles novamente, eu sei o que vão fazer
Reinstalar o sistema

 
Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga
Tenha, more, gaste, viva

 
Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga

 
Não, senhor, sim, senhor
Não, senhor, sim, senhor [...]

 
(Admirável Chip Novo – Pitty)

 
 
Nada deveria ser mais deprimente ao ser humano do que a demonstração explícita da falta de personalidade. Todos os Homo sapiens sobre o planeta, queiram eles ou não, são seres únicos, singulares, seja pelas milhares de variantes biológicas ou comportamentais. Cada um tem uma identidade e isso deveria ser um motivo de orgulho, de exaltação; mas, o que se vê rotineiramente é uma busca incessante pela massificação, estereotipização, como formas de se estabelecer uma cultura de igualdade para a desigualdade natural e intrínseca de todos nós.
Talvez, muitos estejam tão absortos pelo automatismo da rotina cotidiana, do estresse, que nem chegam a parar e refletir sobre a gravidade desse fenômeno. Mas, ele é grave sim; especialmente, porque a sua sistematização leva ao esgarçamento e comprometimento de relações sociais saudáveis, altruístas, produtivas. O que tantas vezes parece bobagem, irrelevância, no fundo é o início de uma ferrugem a corroer estruturas importantes para o bem-estar e o futuro da própria humanidade.