Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

ISTO É ENTREVISTA O MÉDICO PSIQUIATRA ROBERTO SHINYASHIKI

Transcrição de mensagem eletrônica recebida...
----- Original Message -----
From: To:Sent: Saturday, February 23, 2008 11:34 AM
Subject: Reflexão - Roberto Shinyashiki - cuidado com os burros motivados
CUIDADO COM OS BURROS MOTIVADOS! Maravilhoso, ufa, um médico psiquiatra, famoso, por ser talvez mais exato, trouxe a exatidão e uma certa sabedoria para entender a mecânica quântica da loucura humana. Mandar mais uma mensagem, já não sei para que fazemos isso, queremos mesmo mudar o mundo, fazer a humanidade salvar sua pele, acho que enfim, queremos! E o Roberto S. como mestre mais velho na estrada nos mostra que podemos insistir em querer semear mudanças pela vida inteira. A revista Isto é publicou esta entrevista de Camilo Vannuchi. O entrevistado é Roberto Shinyashiki, médico psiquiatra, com Pós-Graduação em administração de empresas pela USP, consultor organizacional e conferencista de renome nacional e internacional.
"Cuidado com os burros motivados "Em "Heróis de Verdade", o escritor combate a supervalorização das Aparências, diz que falta ao Brasil competência, e não auto-estima.
ISTO É -- Quem são os heróis de verdade?
Roberto Shinyashiki -- Nossa sociedade ensina que, para ser uma pessoa de sucesso, você precisa ser diretor de uma multinacional, ter carro importado, viajar de primeira classe. O mundo define que poucas pessoas deram certo. Isso é uma loucura. Para cada diretor de empresa, há milhares de funcionários que não chegaram a ser gerentes.E essas pessoas são tratadas como uma multidão de fracassados.Quando olha para a própria vida, a maioria se convence de que não valeu a pena porque não conseguiu ter o carro nem a casa maravilhosa. Para mim, é importante que o filho da moça que trabalha na minha casa possa se orgulhar da mãe. O mundo precisa de pessoas mais simples e transparentes. Heróis de verdade são aqueles que trabalham para realizar seus projetos de vida, e não para impressionar os outros. São pessoas que sabem pedir desculpas e admitir que erraram.
ISTO É -- O Sr. citaria exemplos?
Shinyashiki -- Quando eu nasci minha mãe era empregada doméstica e meu pai, órfã aos sete anos, empregado em uma farmácia.Morávamos em um bairro miserável em São Vicente (SP) chamado Vila Margarida. Eles são meus heróis. Conseguiram criar seus quatro filhos, que hoje estão bem.Acho lindo quando o Cafu põe uma camisa em que está escrito "100% Jardim Irene".É pena que a maior parte das pessoas esconda suas raízes.O resultado é um mundo vítima da depressão, doença que acomete hoje 10% da população americana.Em países como Japão, Suécia e Noruega, há mais suicídio do que homicídio. Por que tanta gente se mata? Parte da culpa está na depressão das aparências, que acomete a mulher que, embora não ame mais o marido, mantém o casamento, ou o homem que passa décadas em um emprego que não o faz se sentir realizado, mas o faz se sentir seguro.
ISTO É -- Qual o resultado disso?
Shinyashiki -- Paranóia e depressão cada vez mais precoce.O pai quer preparar o filho para o futuro e mete o menino em aulas de inglês, informática e mandarim. Aos nove ou dez anos a depressão aparece.A única coisa que prepara uma criança para o futuro é ela poder ser criança.Com a desculpa de prepará-los para o futuro, os malucos dos pais estão roubando a infância dos filhos. Essas crianças serão adultos inseguros e terão discursos hipócritas.Aliás, a hipocrisia já predomina no mundo corporativo.
ISTO É - Por quê?
Shinyashiki -- O mundo corporativo virou um mundo de faz-de-conta, a começar pelo processo de recrutamento.É contratado o sujeito com mais marketing pessoal.As corporações valorizam mais a auto-estima do que a competência.Sou presidente da Editora Gente e entrevistei uma moça que respondia todas as minhas perguntas com uma ou duas palavras. Disse que ela não parecia demonstrar interesse. Ela me respondeu estar muito interessada, mas, como falava pouco, pediu que eu pesasse o desempenho dela, e não a conversa. Até porque ela era candidata a um emprego na contabilidade, e não de relações públicas. Contratei-a na hora. Num processo clássico de seleção, ela não passaria da primeira etapa.
ISTOÉ -- Há um script estabelecido?
Shinyashiki -- Sim. Quer ver uma pergunta estúpida feita por um Presidente de multinacional no programa O aprendiz?"Qual é seu defeito?"Todos respondem que o defeito é não pensar na vida pessoal:"Eu mergulho de cabeça na empresa".Preciso aprender a relaxar".É exatamente o que o Chefe quer escutar.Por que você acha que nunca alguém respondeu ser desorganizado ou esquecido?É contratado quem é bom em conversar, em fingir. Da mesma forma, na maioria das vezes, são promovidos aqueles que fazem o jogo do poder. O vice-presidente de uma as maiores empresas do planeta me disse:"Sabe Roberto, ninguém chega à vice-presidência sem mentir".Isso significa que quem fala a verdade não chega a diretor?
ISTO É -- Tem um modelo de gestão que premia pessoas mal preparadas?
Shinyashiki -- Ele cria pessoas arrogantes, que não têm a humildade de se preparar, que não têm capacidade de ler um livro até o fim e não se preocupam com o conhecimento.Muitas equipes precisam de motivação, mas o maior problema no Brasil é competência.Cuidado com os burros motivados.Há muita gente motivada fazendo besteira.Não adianta você assumir uma função para a qual não está preparado.Fui cirurgião e me orgulho de nunca um paciente ter morrido na minha mão.Mas tenho a humildade de reconhecer que isso nunca aconteceu graças a meus chefes, que foram sábios em não me dar um caso para o qual eu não estava preparado. Hoje, o garoto sai da faculdade achando que sabe fazer uma neurocirurgia.O Brasil se tornou incompetente e não acordou para isso.
ISTO É -- Está sobrando auto-estima?
Shinyashiki -- Falta às pessoas a verdadeira auto-estima.Se eu preciso que os outros digam que sou o melhor, minha auto-estima está baixa.Antes, o ter conseguia substituir o ser.O cara mal-educado dava uma gorjeta alta para conquistar o respeito do garçom.Hoje, como as pessoas não conseguem nem ser nem ter, o objetivo de vida se tornou parecer.As pessoas parecem que sabem, parece que fazem, parece que acreditam.E poucos são humildes para confessar que não sabem.Há muitas mulheres solitárias no Brasil que preferem dizer que é melhor assim.Embora a auto-estima esteja baixa, fazem pose de que está tudo bem.
ISTO É -- Por que nos deixamos levar por essa necessidade de sermos perfeitos em tudo e de valorizar a aparência?
Shinyashiki -- Isso vem do vazio que sentimos. A gente continua valorizando os heróis.Quem vai salvar o Brasil? O Lula.Quem vai salvar o time? O técnico.Quem vai salvar meu casamento? O terapeuta.O problema é que eles não vão salvar nada! Tive um professor de filosofia que dizia:"Quando você quiser entender a essência do ser humano, imagine a rainha Elizabeth com uma crise de diarréia durante um jantar no Palácio de Buckingham". Pode parecer incrível, mas a rainha Elizabeth também tem diarréia.Ela certamente já teve dor de dente, já chorou de tristeza, já fez coisas que não deram certo.A gente tem de parar de procurar super-heróis. Porque se o super-herói não segura a onda, todo mundo o considera um fracassado.
ISTO É -- O conceito muda quando a expectativa não se comprova?
Shinyashiki -- Exatamente.A gente não é super-herói nem superfracassado. A gente acerta, erra, tem dias de alegria e dias de tristeza. Não há nada de errado nisso. Hoje, as pessoas estão questionando o Lula em parte porque acreditavam que ele fosse mudar suas vidas e se decepcionaram. A crise será positiva se elas entenderem que a responsabilidade pela própria vida é delas.
ISTO É -- Muitas pessoas acham que é fácil para o Roberto Shinyashiki dizer essas coisas, já que ele é bem-sucedido. O senhor tem defeitos?
Shinyashiki - Tenho minhas angústias e inseguranças. Mas aceitá-las faz minha vida fluir facilmente. Há várias coisas que eu queria e não consegui.Jogar na Seleção Brasileira, tocar nos Beatles (risos). Meu filho mais velho nasceu com uma doença cerebral e hoje tem 25 anos.Com uma criança especial, eu aprendi que ou eu a amo do jeito que ela é ou vou massacrá-la o resto da vida para ser o filho que eu gostaria que fosse. Quando olho para trás, vejo que 60% das coisas que fiz deram certo. O resto foram apostas e erros. Dia desses apostei na edição de um livro que não deu certo. Um amigão me perguntou:"Quem decidiu publicar esse livro?" Eu respondi que tinha sido eu. O erro foi meu. Não preciso mentir.
ISTO É - Como as pessoas podem se livrar dessa tirania da aparência?
Shinyashiki -- O primeiro passo é pensar nas coisas que fazem as pessoas cederem a essa tirania e tentar evitá-las.São três fraquezas.A primeira é precisar de aplauso, a segunda é precisar se sentir amada e a terceira é buscar segurança. Os Beatles foram recusados por gravadoras e nem por isso desistiram.Hoje, o erro das escolas de música é definir o estilo do aluno.Elas ensinam a tocar como o Steve Vai, o B. B. King ou o Keith Richards.Os MBAs têm o mesmo problema: ensinam os alunos a serem covers do Bill Gates..O que as escolas deveriam fazer é ajudar o aluno a desenvolver suas próprias potencialidades.
ISTO É -- Muitas pessoas têm buscado sonhos que não são seus?
Shinyashiki -- A sociedade quer definir o que é certo.São quatro loucuras da sociedade.A primeira é instituir que todos têm de ter sucesso, como se ele não tivesse significados individuais. A segunda loucura é: Você tem de estar feliz todos os dias.A terceira é: Você tem que comprar tudo o que puder. O resultado é esse consumismo absurdo.Por fim, a quarta loucura:Você tem de fazer as coisas do jeito certo.Jeito certo não existe! Não há um caminho único para se fazer as coisas. As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade. Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito.Tem gente que diz que não será feliz enquanto não casar, enquanto outros se dizem infelizes justamente por causa do casamento. Você pode ser feliz tomando sorvete, ficando em casa com a família ou com amigos verdadeiros, levando os filhos para brincar ou indo à praia ou ao cinema. Quando era recém-formado em São Paulo, trabalhei em um hospital de pacientes terminais. Todos os dias morriam nove ou dez pacientes. Eu sempre procurei conversar com eles na hora da morte. A maior parte pega o médico pela camisa e diz: "Doutor, não me deixe morrer." Eu me sacrifiquei a vida inteira, agora eu quero aproveitá-la e ser feliz". Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada. Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas. Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado o dinheiro em imóveis ou ações, mas sim de ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar a vida.

domingo, 24 de fevereiro de 2008

POETRIX

Sensações...

Corre o rio...
A vida passa...
O tempo se esvai...
<<<<<<<>>>>>>>
Mas o que é poetrix?
É um poema composto de título e uma estrofe de três versos (terceto) com um máximo de trinta sílabas métricas. Contemporâneo de temática livre, possuindo figuras de linguagem, de pensamento, tropos ou teor satírico.
A palavra POETRIX (de POE, poesia e TRIX, três) surge pela primeira vez no idioma português no Manifesto Poetrix, publicado no livro TRIX - Poemetos Tropi-kais, de Goulart Gomes, que foi premiado com Menção Especial no Prêmio Jorge de Lima, outorgado pela Academia Carioca de Letras e União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro, em 2000.
O POETRIX é, certamente, a primeira linguagem poética a ganhar uma definição discutida e elaborada pelos seus próprios praticantes - os poetrixtas - no mundo virtual da internet. Foi proposto, inicialmente, como uma evidente alternativa ao hai-kai (haiku), mantendo a sua forma (em tercetos) mas subvertendo o seu conteúdo, ao admitir título, rimas, figuras de linguagem e um maior número de sílabas.
No Manifesto Poetrix foram identificadas as suas principais características, que resultaram na atual definição do novo vernáculo:
1 - possui apenas uma estrofe de três versos, sem limite de sílabas (depois seria estabelecido o limite de 30 sílabas);
2 - o título é desejável, mas não exigível, podendo complementar o texto (atualmente, o título é uma exigência);
3 - não existe rigor quanto a métrica ou rimas (mas o ritmo é desejável); metáforas e outras figuras de linguagem, assim como neologismo, são uma constante no poetrix; geralmente há uma interação autor/leitor provocada por mensagens subliminares; é minimalista, ou seja, procura transmitir a mais completa mensagem em um menor número de palavras; passado, presente e futuro podem ser utilizados sem distinção;
4 - o autor, as personagens e o fato observado podem interagir, mesmo criando condições suprarreais, cômicas ou ilógicas (non sense).

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

PESSOAS INTELIGENTES...

Recebido do Amigo Mhário Lincoln por mensagem eletrônica em 20 de fevereiro de 2008 - 22:50

Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas se divertia com o idiota da aldeia. Um pobre coitado, de pouca inteligência, vivia de pequenos biscates e esmolas. Diariamente eles chamavam o idiota ao bar onde se reuniam e ofereciam a ele a escolha entre duas moedas: uma grande de 400 REIS e outra menor, de 2.000 REIS. Ele sempre escolhia a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos. Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e lhe perguntou se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos. 'Eu sei' -respondeu o tolo assim: 'Ela vale cinco vezes menos, mas no dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e não vou mais ganhar minha moeda'.
Pode -se tirar várias conclusões dessa pequena narrativa. A primeira: Quem parece idiota, nem sempre é. A segunda: Quais eram os verdadeiros idiotas da história? A terceira: Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de renda. Mas a conclusão mais interessante é: A percepção de que podemos estar bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito. Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas sim, quem realmente somos. ' O maior prazer de uma pessoa inteligente é bancar o idiota, diante de um idiota que banca o inteligente'.

domingo, 17 de fevereiro de 2008

TRIBUTO A CARLOS DRUMMOND


Se Deus escreve certo por linhas tortas.

Se Deus fez os abismos para que compreendêssemos as montanhas. Também é verdade que nas palavras de Carlos Drummond, poeta mineiro: "De tudo fica um pouco."


(...) Pois de tudo fica um pouco.

Fica um pouco de teu queixo

no queixo de tua filha.

De teu áspero silêncio um pouco ficou,

um pouco nos muros zangados,

nas folhas, mudas, que sobem.


Ficou um pouco de tudo

no pires de porcelana,

dragão partido, flor branca,

ficou um pouco

de ruga na vossa testa,

retrato.


(...) E de tudo fica um pouco.

Oh abre os vidros de loção

e abafa

o insuportável mau cheiro da memória.
(Resíduo)

sábado, 16 de fevereiro de 2008

O CAMINHO SE FAZ CAMINHANDO...

Decididamente... o caminho se faz caminhando... Dias se passam... tardes caem para que nasçam as noites... É a vida em seu movimento tão cheio de sabedoria e agradáveis surpresas. Que seja assim!

Meus limites são tantos... tenho que caminhar sem medo de errar... as coisas acontecem... a cada dia uma nova notícia...

Recebi confirmação de minha indicação para integrar o Quadro da União Brasileira dos Escritos do Piauí (UBE-PI). Cadeira confirmada pelo Desembargador Tomaz Campelo - Presidente da UBE-PI.

ESTRELAS...



Em reconhecimentyo aos relevantes serviços prestados à ACADEMIA BRASILEIRA DO MEIO AMBIENTE - ABMA -com destaque nas causas ambientais e sociais. Fui agraciado com o TÍTULO DE MEMBRO HONRÁRIO daquele sodalício.

-.-.-.-

Pessoas entram, passam, permanecem na nossa vida. Algumas são pessoas-cometa, passam rapidamente, brilham por um tempo, apagam-se, desaparecem. Há as pessoas-estrela e estas chegam piscando timidamente, vão-se instalando no nosso céu. Ficam e estão lá mesmo que os nossos olhos não as vejam, lá estarão nas longas noites escuras da nossa existência. Pessoas-estrela, mesmo quando são cadentes e o tempo ou a vida as leva... serão sempre as que mais nos tocam. São aquelas que deixam a nossa vida mais iluminada e o nosso coração mais quente.

Depois de permanecerem no Rio de Janeiro como estrelas cadente... Retornaram à terra hospedeira os amigos Mhário, Veridiana e Isabel.





É hora de identificar e posicionar no céu os amigos-estrela.


Obrigado pela amizade!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

ALMA GÊMEA

Não é fácil falar sobre os mistérios do coração, principalmente, porque as pessoas, em geral, não estão com a atenção voltada para o interior... É preciso muita coragem e disposição de espírito para deixar de ver o mundo exterior e se voltar para o seu próprio interior: o desconhecido. Pode parecer banal, mas o assunto exige especial atenção.
Nos relacionamentos estamos à procura da alma gêmea. Mas onde estará a outra metade? Ela está rodando o mundo. A sua a procura! Às vezes pode estar ao lado, na mesma rua e nunca ser notada. Verdadeiro ou falso? Nada acontece por acaso, mas precisamos estar preparados para reconhecer quando a alma gêmea nos bate à porta. Em verdade, nosso inconsciente projeta uma imagem física e por ela nos sentimos atraídos... Procuramos um par perfeito... Desejamos ser felizes... Buscamos a alma gêmea...
Para achar a alma gêmea temos que ver as pessoas como elas são e não como gostaríamos que elas fossem... Temos que aceitá-las sem preconceitos... Diria que o amor das almas gêmeas subsiste em todos os planos, pode se acomodar, mas não diminui na medida em que o relacionamento continua... Com certeza nossos próprios sonhos e fantasias, em algum momento, já se encarregaram de dar uma idéia aproximada do que nos espera... Em verdade, não há regras que determinem como nem quando encontraremos a alma gêmea.
Procuramos um par perfeito... Aquele que será amado todos os dias... Entretanto, nos dias atuais: dias dos "ficantes"... tudo é efêmero e passageiro, não se mantém registro de erros, nem arquivos de mágoas... Neste ambiente nem todos terão tempo para encontrar a alma gêmea... As motivações são outras...
Partilho da opinião de Platão e ao mesmo tempo de Paulo Coelho. Platão dizia que o ser que fomos antes se dividiu em dois seres humanos, e que desde aí todos nós andamos à procura da nossa outra parte. Isto seria completamente verdade se eu não achasse que existe mais do que uma para cada pessoa, como ele afirma. Basta pensar que se um ser se dividiu em dois, esses dois em outros dois, formando quatro e por aí adiante. Acredito portanto mais na lição que Paulo Coelho nos dá no seu livro Brida. A idéia parece louca ou controvertida... Mas parece-me bastante credível e verdadeira. O assunto "almas gêmeas" vem sendo tratado de maneira muito superficial e quase sempre cercado de um romantismo excessivo. Muito já foi escrito e dito sobre as almas gêmeas, mas, sinceramente, pouco foi dito que a coloque na correta dimensão na vida das pessoas e da humanidade.
A grandiosidade deste tema assusta? Você ainda não encontrou a sua alma gêmea? Então: lute! e sonhe! Não há fórmulas mágicas para se possa descobrir a alma gêmea; bem como não está convencionado que o assunto deva ser tratado, tão somente, de forma romântica e simplista. É um tema muito sério e que envolve muito mais que apenas o relacionamento amoroso entre duas pessoas. Mesmo, inconscientemente, de alguma forma ou maneira, os seres humanos estão na busca de sua alma gêmea.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

A VIDA MUDA...

Sua vida não muda quando seu chefe muda,
quando sua empresa muda
e nem quando seus pais mudam.
Sua vida muda quando você muda!
Você é o responsável por sua vida!
A vida muda quando você muda.
(Luiz Fernando Veríssimo)
<<<<<<<>>>>>>>
Pessoas há que não compreendem o ambiente em que vivem fazem escolhas equivocadas. Ignorando o rumo da história se perdem na pequenez do seu pensamento.
<<<<<<<>>>>>>>
YOU SHOULD NEVER CRAWL, WHEN THE IMPULSE IS TO FLY."
"Nunca se deve engatinhar, quando se tem o impulso de voar."

sábado, 9 de fevereiro de 2008

SER APENAS FELIZ...

“Se a gente quisesse ser apenas feliz, isso não seria difícil. Mas a gente quer ficar mais feliz que os outros, e isso é quase difícil, porque nós freqüentemente achamos que os outros são mais felizes do que são.”
Charles de Secondant Montesquieu (1689-1755)

(A escultura "O Pensador" do artista francês Auguste Rodin - 1840-1917).


Pensando bem...

A vida não é complicada. Nós é que a complicamos.

Perdemos grande parte de nossas vidas nos preocupando com a vida dos outros.

Observar a vida, falar da vida dos outros traz o quê de bom para a nossa vida?

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

DEFICIÊNCIAS...

(Autor: Mário de Miranda Quintana
poeta, tradutor e jornalista brasileiro.
Nasceu em Alegrete na noite de 30 de julho de 1906. Faleceu em Porto Alegre, em 5 de maio de 1994.)

DEFICIÊNCIAS...

"Deficiente"
É aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco"
É quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego"
É aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria,
e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo"
É aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo,
ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir
seus tostões no fim do mês.

"Mudo"
É aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás
da máscara da hipocrisia.
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de
sua ajuda.

"Diabético"
É quem não consegue ser doce.

"Anão"
É quem não sabe deixar o amor crescer.
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:

"Miseráveis"
São todos que não conseguem falar com Deus.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

DOCE TEMPO QUE SE FOI

Doce tempo que se foi
Deixando pegadas
No meu caminhar
Deixando marcas.
Marcas! Não. Lembranças
Lembranças brandas e esquecíveis.
Na voragem do tempo
Tudo passou...
Doce tempo que se foi.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

QUERO SONHAR


Quero sonhar...
Quero sonhar com você!
Um sonho com tom real.
Nada de mistério e incógnitas.
Quero sonhar que não estou sonhando.
Quero esquecer que a vida não é normal.
Quero sonhar o teu sorriso.
Cantar a melodia do sonhar.
Chorar a tristeza do viver.
Quero sonhar com teu sorriso...
Sentir os sussurros do amor...
Quero sonhar...
Ver nos olhos teu querer...
Mergulhar nas profundas águas do amor.
Quero sonhar te amando.
Delirando na fantasia do sonhar
Sentindo a musicalidade dos teus delírios
Sonhar um sonho meu que tenha você.

domingo, 3 de fevereiro de 2008

ACORDA BRASIL!

Amarelo na bandeira
A cor do ouro
É a cor da febre amarela
Não erradicada
A desordem nos assola.

Perdemos o branco da paz
São muitas as balas perdidas.
Com tantas queimadas
O verde das matas está acabando
O azul do céu enegreceu.

Nos rios e mares rola muito dinheiro
Com a corrupção assoreando...
Resultado:
- É o povo brasileiro
Sem saúde, segurança e educação.

Sem o verde
o amarelo
o azul e o branco:
- Tristeza
Acorda Brasil!

SEJA UM VENCEDOR...


SEM PARAR (Gabriel - O Pensador)

A vida é feito andar de bibicleta: se parar você cai. Vai em frente sem parar, que a parada é suicida, porque a vida é curta e a estrada é comprida.

Você sobe e você desce na escada da vida e às vezes parece que a batalha tá perdida e que você voltou pro ponto de partida.

Vai à luta, levanta!

Confiante que o distante num instante fica perto.

Fica esperto, vai! Com força de vontade.

Vá à vera, não espera a oportunidade.

Não aceite humilhação e não perca a humildade.

E nunca abra mãoa de sua dignidade.

Sem parar, sem parar, se parar você cai!

Demorou, demorou!Pedala ai!

Então não pára o movimento, vai enfrente, vai!

Se parar você cai, se cair cê levanta.

***********************************

SEJA UM VENCEDOR!!!!






sábado, 2 de fevereiro de 2008

OLHOS AZUIS

Teus olhos azuis

Como estrelas brilham

Da cor do céu

Da cor do mar

Um brilho profundo

que me enloquece.

Hipnose ou feitiço?

Me fascinam.

EMBAIXADOR LITERÁRIO EFETIVO...

Aos 31 dias do mês de janeiro de 2008 eu e o Professsor Eduardo Gomes de Souza fomos agraciados com o Diploma do Portal Mhário Lincoln do Brasil correspondente ao Título de Embaixador Literário Efetivo.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

VOCÊ CONCORDA?



O Carnaval é um período de festas regidas pelo ano lunar que tem suas origens na Antiguidade e recuperadas pelo Cristianismo, que começava no dia de Reis (Epifania) e acabava na quarta de cinzas, às vésperas da Quaresma.
O período do Carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou "carne nada vale" dando origem ao termo "Carnaval". Durante o período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX. As cidades de Paris e Veneza foram grandes modelos exportadores da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspirariam no Carnaval francês para implantar suas novas festas carnavalescas.



No Século XVII, na forma do entrudo português, nome dado a uma série de brincadeiras (originalmente, "entrudos" eram os grandes bonecos que desfilavam nas ruas) realizadas nos dias de Carnaval.
No Século XIX, o entrudo começou a ser identificado como uma festa violenta, já que era baseado no lançamento de líquidos (incluindo urina), ovos, farinha, areia, etc. O Carnaval do Rio de Janeiro é considerado um dos mais importantes desfiles do mundo.
Para alguns historiadores o Carnaval tem raízes que remontam aos bacanais e festejos similares em Roma. Historiadores chegam mesmo a relacionar o Carnaval a celebrações em homenagem
à deusa Ísis ou ao deus Osíris, no Antigo Egito. Uma outra corrente acredita que a festa iniciou-se com a adoção do calendário cristão.
Em 1091 a data da Quaresma foi definitivamente estabelecida pela Igreja Católica; como consequência indireta disso, o período de Carnaval se estabeleceu na sociedade ocidental, sofrendo, entretanto, certa oposição da Igreja, principalmente, na Europa. Embora alguns papas tenham permitido o festejo, outros o combateram vivamente, como o Papa Inocêncio II.
No Brasil, o primeiro carnaval surgiu em 1641, promovido pelo governador Salvador Correia de Sá e Benevides em homenagem ao rei Dom João IV, restaurador do trono de Portugal. Hoje, o Carnaval é uma das manifestações mais populares do país e festejado em todo o território nacional.

Como declarou Luís da Câmara Cascudo, etnólogo, musicólogo e folclorista, "o carnaval de hoje é de desfile, carnaval assistido, paga-se para ver". O carnaval, digamos, de 1922 era compartilhado, dançado, pulado, gritado, catucado.
Você concorda que o Carnaval mudou e é para ser visto?