Sou mais um entre tantos...

Sou mais um entre tantos...
A FILOSOFIA E A MISSÃO DESTE BLOG INCLUI A DIFUSÃO DA CULTURA E A UTILIDADE PÚBLICA.

"Cada pessoa, por si só, promove a sua indispensável transformação interna, transmutando o pesado chumbo do seu emocional, no ouro reluzente da Evolução Mental."

Fé Esperança Caridade

Fé Esperança Caridade
Fé Esperança Caridade - Virtudes chamadas teologais porque têm a Deus por objeto de modo imediato. Pela fé nós aderimos ao que Ele revelou; pela esperança tendemos a Deus apoiando-nos em seu socorro para chegar a possuí-Lo um dia e vê-Lo face a face; pela caridade amamos a Deus sobrenaturalmente mais do que a nós mesmos. A minha Fé não é achar que Deus fará o que eu quero, mas basea-se na certeza de que Ele fará por mim tudo o que preciso.

Verbete Wikipédia

Verbete Wikipédia
Verbete Wikipédia

O BRASÃO

O BRASÃO
Visite o blog do Barão de Burity clicando no Brasão.
Meus livros são minha essência.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.

ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA.
ALGUNS LIVROS DE MINHA AUTORIA - DOWNLOAD? POR FAVOR, CLIQUE NO TÍTULO.
CRÉDITO DE IMAGENS
Algumas obtidas na internet e formatadas com programas "freeware".


As pessoas passam, as obra permanecem. Ninguém é obrigado a gostar de alguém, mas existe uma coisa que se chama: respeito. Nunca sabemos onde a vida nos levará. Tropeços... Valores... Reviravoltas... No final do caminho, as diversidades mais difíceis, não nos matam - nos tornam mais forte.
Estou de bem com a vida... Faço do escrever a minha terapia ocupacional e dedilho os primeiros acordes em teclado Yamaha.
Acima de tudo agradeço a Deus por tudo que tenho e sou.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

PROVÉRBIO

Dizem que é chinês
◄►►►
Há apenas duas coisas com que você se deve preocupar: se você está bem ou se você está doente.
Se você está bem, não há com que se preocupar.
Se você está doente, há duas coisas com que se preocupar: se vai se curar ou se vai morrer.
Se você vai se curar, não há com que se preocupar.
Se você vai morrer, há duas coisas com que se preocupar: se vai para o Céu ou vai para o Inferno.
Se você vai para o Céu, não há com que se preocupar.
Agora, se você vai para o Inferno estará tão ocupado, cumprimentando os velhos amigos, que nem terá tempo de se preocupar.
Então, para que se preocupar?

sábado, 26 de setembro de 2009

LEI DA EVOLUÇÃO

Tic tac
Tic tac
Meia noite...
Uma hora... duas horas...
Avança o relógio.
No meu passivo cérebro
no lasso da noite:
Pensamentos lógicos...
Pensamentos anormais...
Amanhece.
O galo canta.
A vida recomeça...

Assim é o tempo que
pelo universo circula:
Em mil formas
Em mil maneiras.
Fiel à própria lei da evolução.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

DO BLOG DA AMIGA CARMEM...

DO BLOG DA AMIGA CARMEM
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

EM NOME DA SINCERIDADE


Sinceridade não é rudeza de trato,

Nem violência para esgrimir a verdade,
Não é sentimento policiador,
Nem desejo veemente de corrigir...

Em seu nome, descarregam-se desequilíbrios, magoas e conflitos,
Esquecidos da gentileza e da aflição.

Sinceridade
É companheirismo solidário,
participação discreta,
ajuda sem alarde,
socorro despercebido
para não deixar o amigo tombar,
nem falir.

A sinceridade
É como a luz do luar
que balsamiza e aclara, sem ofuscar.
Silencia ante as ofensas e aguarda o momento de esclarecer.
Apóia, quando pode erguer,
E desce para servir sem se jactar.

Fruto da afeição sincera
Nasce da flor da confiança irrestrita.
Possui semente de esperança
Que se desdobra
Em bênção sem par.

Sinceridade
É alma do amor
que se expande,
cabendo em todo lugar.
Não cessa de servir,
Não pára de ajudar.

Sê sincero como amigo,
Sê amigo qual irmão,
Amando sem cansaço,
Tomado de ternura,
Enriquecido de cooperação.

Sinceridade!
Quantos desvarios são cometidos em teu nome!

(De "Paz íntima", de Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Eros)

Postado por Carmem Sandra às 23:24
Marcadores: textos

ENSINO A DISTÂNCIA

Sou do tempo das redações, da arguição oral.
Do tempo do decorar a tabuada.
Por isso hoje, no tempo do Ensino a Distância – EAD- indago:
- Quando será que um aluno se sente mais interessado em aprender: quando motivado ou quando ameaçado?
Como nem todos assimilam, decoram, aprendem ou retém qualquer tipo de conhecimento através dos mesmos mecanimos. Fica a sensação de que o movimento em direção ao conhecimento deve ser compartilhado e franco.
No EAD as perspectivas dos educadores precisam ser contemporâneas. Para
os alunos são desafiadoras.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

LIDANDO COM OS OUTROS...

Na arte de lidar com os outros tenhamos em mente o que nos traz Gustavo e Magdalena Boog em "Relacionamentos" (Editora Brooks):

Podemos aprimorar nossos relacionamentos com colegas de trabalho, familiares ou entre um grupo de amigos adotando, em linhas gerais, quatro tipos básicos de atuação que compilam algumas características:

O Rei - é a pessoa criativa, empreendedora e estusiástica.

O Mago - é o detalhista e preocupado com números e classificações.

O Amante - que como o próprio nome sugeri é alguém disposto a promover o bem estar de todos os "Relacionamentos" os autores ajudam o leitor a aprofundar os principais traços da personalidade de cada um, revelando, inclusive, seus pontos fortes e fracos.
◄◄◄ ►►►
Na trilha do social a opção profissional não define o sexo, pois como sabemos, os homens estão assimilando um gosto estético e uma sensibilidade que antes só víamos nas mulheres.

"Se você quer ser agradável em sociedade, precisa consentir em ser ensinado de uma porção de coisas que já sabe".
Johann Kaspar Lavater
Poeta e teólogo suíço
◄◄◄ ►►►
Embora todos nós tenhamos vindo ao mundo nu.
Em sociedade, muitas são as diferenças entre os seres humanos e as formas de avaliação. Um ser humano pode ser avaliado pela cor da pele, pelo número de línguas que fala, pelas roupas que veste, pelas jóias que usa, pela profissão que exerce. Independentemente de qualquer rotulagem, a primeira impressão é a que fica. Portanto, domine alguns comportamentos para não passar por atropelos na trilha do social. Ter boas maneiras não é privilégio de nenhum ser humano.
Errou? Recomece. Não importa onde você parou...
Em que momento da vida você cansou? O importante é que sempre é possível "recomeçar". Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo... É renovar as esperanças na vida e, o mais importante, acreditar em você de novo. Infelizmente, embates e cobranças existem entre os seres humanos dos diversos segmentos sociais. Não se trata de preocupação em vão... De maneira subliminar convivemos com gostos e atitudes preconceituais...
◄◄◄ ►►►
"Todas as vezes que você culpa as pessoas por seus problemas, sejam quais forem, você confere a elas o controle de sua vida".
Que essas palavras de Bill Reilly nos levem a melhor avaliar nossas atitudes.

sábado, 19 de setembro de 2009

VOCÊ SABIA? OU VOCÊ LEMBRA?

Introdução do Hino Nacional Brasileiro

A parte instrumental da introdução do Hino Nacional Brasileiro possuía uma letra, que acabou excluída da sua versão oficial do hino. Essa letra é atribuída a Américo de Moura, natural de Pindamonhangaba, presidente da província do Rio de Janeiro nos anos de 1879 e 1880 e apresenta os seguintes versos:

Espera o Brasil
Que todos cumprais
Com o vosso dever.
Eia avante, brasileiros,
Sempre avante!
Gravai o buril
Nos pátrios anais
Do vosso poder.
Eia avante, brasileiros,
Sempre avante!
Servi o Brasil
Sem esmorecer,
Com ânimo audaz
Cumpri o dever,
Na guerra e na paz,
À sombra da lei,
À brisa gentil
O lábaro erguei
Do belo Brasil.
Eia sus, oh sus!

Aproveitando... Eis o significado dos termos usados na letra do Hino:

• Margens plácidas - "Plácida" significa serena. Calma.
• Ipiranga - É o riacho junto ao qual D. Pedro I teria proclamado a independência.
• Brado retumbante - Grito forte que provoca eco.
• Penhor - Usado de maneira metafórica(figurada). "penhor desta igualdade" é a garantia, a segurança de que haverá liberdade.
• Imagem do Cruzeiro resplandece - O "Cruzeiro" é a constelação do Cruzeiro do Sul que resplandece (brilha) no céu.
• Impávido colosso - "Colosso" é o nome de uma estátua de enormes dimensões. Estar "impávido" é estar tranqüilo, calmo.
• Mãe gentil - A "mãe gentil" é a pátria. Um país que ama e defende seus "filhos" (os brasileiros) como qualquer mãe.
• Fulguras - fulgurante (reluzente, brilhante).
• Florão - "Florão" é um ornato em forma de flor usado nas abóbadas de construções grandiosas. O Brasil seria o ponto mais importante e vistoso da América.
• Garrida - Enfeitada. Que chama a atenção pela beleza.
• Lábaro - Sinônimo de bandeira. "Lábaro" era um antigo estandarte usado pelos romanos.
• Clava forte - Clava é um grande porrete, usado no combate corpo-a-corpo. No verso, significa mobilizar um exército, entrar em guerra.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

MESA DO BAR PUBLICOU...


Quando do lançamento do "EU, poetificando..." a Amiga Marice Prisco que fez a apresentação de Elvandro Burity presenteou-me com um exemplar do jornal
"MESA DO BAR" - Ano 3 - Número 17 - Mês de Agosto de 2009
que publicou em Novos livros na coluna Social de Carmosina C. R. Moreira
o pré-lançamento do livro de minha autoria:

EU, poetificando...
Obrigado Marice. Foi uma grata surpresa.
Obrigada Carmosina pela divulgação.

sábado, 12 de setembro de 2009

XIV BIENAL DO LIVRO NO RIO DE JANEIRO - RETROSPECTIVA LANÇAMENTO "EU, poetificando..."



10 a 20 de setembro de 2009
RioCentro
Rio de Janeiro - RJ


Estande OFICINA Editores
Rua Q - Pavilhão Verde

Capa da antologia

O MELHOR DA BIENAL


Dia 10 de setembro, 19h, lançamento da antologia O MELHOR DA BIENAL
Estande nº10, Rua Q, Pavilhão Verde, RioCentro, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Contendo poesias e crônicas dos participantes da cooperativa COB-2009 para a XIV Bienal do Livro RJ: Adalberto Caldas Marques; Aluizio Rezende; Angela Togeiro; Anna Claudette; Audálio Gomes Alves; Beatriz Dutra; Celi Luz; Clevane Pessoa; Dalberto Gomes; Dalva Meirelles; Daniela Ferreira; Eliane Mariath; Elmo Gomes; Elvandro Burity – página 20-; Eunice Khoury; Eurídice Hespanhol; Flávio Dórea; Gladis Lacerda; Glenda Maier; Jackson Sala; Jorge Roberto; Juçara Valverde; Juju Campbell; Katia Pino; Liró Carneiro; Lúcia Mattos; Lúcia Nobre; Lúcia Rosadas; Luiz Otávio Oliani; Marcia Agrau; Marcia Barroca; Márcia Leite; Nathalia Wigg; Neide Barros Rêgo; Rachel Levkovits; Regina Campello & Felipe Campello; Revanier Venâncio; Rita Gemino; Rosa Prista; Sandy Montgomery; Sérgio Gerônimo; Zélia Fernandes; Zilda Pires; Zuleika Saeta.

NA PRAÇA DO AUTÓGRAFO



CREDENCIAL DE AUTOR


CAPA DO LIVRO LANÇADO NA XIV BIENAL

FOTOGRAFIAS NO ESTANDE OFICINA Editores
XIV BIENAL DO LIVRO 12/09/2009

◄◄◄◘►►►

SEM PRETENSÃO

A XIV Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro uma oportunidade de proporcionar visibilidade a autores novos e consagrados.
Quarenta e seis autores, dos mais variados gêneros, apresentaram-se no Estande da OFICINA EDITORES, na Rua Q, do Pavilhão Verde.
O conteúdo da antologia – O MELHOR DA BIENAL está permeado de poesia e crônicas.

◄◄◄­­◘►►►

Antologia "O MELHOR DA BIENAL " transcrito da página 20

POR QUE ESCREVO?
Elvandro Burity

Escrevo aquilo que sinto
Sem escravizar opiniões
Assim escrevendo
Extravaso insatisfações.

Escrevo da nobreza e da pobreza
Relato fatos do dia-a-dia
Escrevo aquilo que sinto.

Mesmo reconhecendo as minhas limitações
Com furor... E ingênuo ímpeto...
Explorando hábitos e costumes humanistas
Escrevo crônicas prosas ou poesias.

Sem galvanizar façanhas
Mesmo sem especular lendas
É gratificante escrever...

Por que escrevo?
Escrevo em nome da beleza
Do amor e da desinteressada amizade...
Que são eternos.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

APRENDA A DIZER NÃO...

Aprenda a dizer não...
Resultado de trabalho de pesquisa.

Algumas vezes o que queremos é não fazer algo, e não conseguimos dizer NÃO. Temos que entender que quando dissermos sim, será um sim sincero. Entretanto, pessoas há que preferem um sim falso a um não sincero, isto é, preferem viver enganadas.

Para dizer não é preciso também aprender a dizer sim, dizer sim ao desconhecido, à mente aberta, a novas oportunidades, não ficar sempre preso ao conhecido, ao cômodo, aprender a dizer sim significa estar aberto, por outro lado não significa ir contra sua vontade, mesmo se contradizendo no próprio texto, mas estando aberto a conhecer o que ainda não conhece.
Para a psicóloga Bernardete Oliveira Campos, da Clínica de Psicologia da PUC SP, o mais crítico nesse mau-hábito é transmitir uma ausência de valores pessoais e de amor-próprio. "Ao ceder sempre e abrir mão de suas preferências, você perde sua individualidade", considera Bernardete. "Saber estabelecer limites é sinalizar quem você é e quais os seus valores", diz.
O mesmo se aplica no ambiente de trabalho. "Deixar claro o que você pode e o que não pode fazer é uma forma de adquirir credibilidade e respeito", acredita a psicóloga. A maneira com que você encara os pedidos que lhe são feitos revela seu nível de maturidade profissional."Quem nunca diz não acaba construindo a imagem da pessoa sempre disponível, que renega o próprio trabalho para ajudar o outro. A primeira vista, parece louvável, mas o mais provável é que essa pessoa não consiga administrar todas as obrigações", pondera Bernardete.
Como quando você é criança e simplesmente diz não à comida que a mamãe lhe dá, o que você costumava ouvir? Não diga que não gosta se nunca experimentou, e é por aí também, claro, com a maturidade temos o discernimento de dizer não aquilo que sabemos que faz mal, mas aquilo que não conhecemos, dê a oportunidade de conhecer, e aquilo que simplesmente você não quer, diga não, aprenda a dizer não, sua sinceridade será a melhor maneira de conquistar a confiança em alguém, e de mostrar quem você realmente é, e assim ter pessoas que gostam de você mesmo, sem máscaras.
Certa vez ouvi dizer que o caminho do sucesso ninguém ensina, mas o do fracasso é agradar a todos. Aprenda dizer não quando for necessário. Tenha claro o que quer da vida e ficará mais fácil recusar o que não lhe interessa. Se você não sabe onde pretende chegar, poderá ser encaminhado para qualquer lugar. Quando você souber com clareza o que quer, muitas oportunidades serão reveladas e então terá condições de escolher as melhores e nesta hora terá que aprender a falar não quando receber uma proposta que esteja fora dos seus propósitos.
Certa vez ouvi dizer que o caminho do sucesso ninguém ensina, mas o do fracasso é agradar a todos. Aprenda dizer não quando for necessário. Tenha claro o que quer da vida e ficará mais fácil recusar o que não lhe interessa.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

PALAVRAS AO VENTO...

Arrependimento é uma inútil vontade de pedir ao tempo para voltar atrás;
Belo é tudo que faz os olhos pensarem ser coração;
Carnaval, esta oportunidade praticamente obrigatória de ser feliz com data marcada;
Desculpa é uma palavra que pretende ser beijo;
Efêmero é quando o eterno passa logo;
Escuridão é o resto da noite, se alguém recortar as estrelas;
Fé é toda certeza que dispensa provas;
Gente: carne, osso, alma e sentimento, tudo isso ao mesmo tempo;
História: quando todas as palavras do dicionário ficam à disposição de quem quiser contar qualquer coisa que tenha acontecido ou sido inventada;
Idade, aquilo que você tem certeza que vai ganhar de aniversário, queira ou não queira;
Janela`, por onde entra tudo que é lá fora;
Lá, onde a gente fica pensando se está melhor ou por do que aqui;
Lágrima, sumo que sai pelos olhos quando se espreme um coração;
Loucura, coisa que quem não tem só pode ser completamente louco;
Madrugada, quando vivem os sonhos;
Noiva, moça que geralmente usa branco por fora e vermelho por dentro;
Óbvio, não precisa explicar;
Pecado, algo que os homens inventaram e então inventaram que foi Deus que inventou;
Q, tudo que tem um não sei quê de não sei quê.
Rebolar, o que se tem que fazer para chegar lá;
Segredo, aquilo que você está louco para contar;
Sexo: quando o beijo é maior do que a boca;
Talvez, resposta pior que ¨não¨, uma vez que ainda deixa, meio bamba, uma esperança;
Tanto, um muito que até ficou tonto;
Último, que anuncia o começo de outra coisa;
Único: tudo que, pela facilidade de virar nenhum, pede cuidado;
Vazio, um termo injusto com a palavra nada;
Xingamento é uma palavra ou frase destinada a acabar com a alegria de alguém;
Zíper, fecho que precisa de um bom motivo para ser aberto.
«««◘»»»

Extraído da obra ¨Pequeno dicionário de palavras ao vento¨, de Adriana Falcão.
Ver também http://aiuis.blogspot.com/2007/09/pequeno-dicionrio-de-palavras-ao-vento.html

terça-feira, 8 de setembro de 2009

FRASE MOTIVACIONAL

Depois do vídeo anterior. A frase motivacional abaixo transcrita, cujo autor desconheço, é falsa ou retrata uma realidade brasileira, isto é, quase 1/4 da população no Bolsa Família?

"Não esmoreça nem desista. Trabalhe duro! Milhões de pessoas que vivem do Bolsa-Família, sem trabalhar, dependem de você!"

Eis alguns dados do Bolsa Família:

. Os beneficiários do Bolsa Família começaram a receber desde segunda-feira, o pagamento de agosto com um reajuste médio de 18%, o reajuste compensa a inflação (medida pelo INPC entre outubro de 2003 – época da criação do programa – e maio de 2007. O Ministério do Desenvolvimento Social e do Combate à Fome (MDS) apresentou nesta terça-feira (21) um estudo com o perfil das famílias atingidas: elas somam 45,8 milhões de pessoas, quase um quarto (24,1%) da população do país.
. O estado com o maior número de atendidos pelo Bolsa Família é a Bahia, com 1,4 milhão de famílias (veja o mapa). Seguem-se Minas Gerais (1,09 milhão de famílias) e São Paulo (1,08 milhão). No total, segundo o estudo, são 10.956.436 de famílias atendidas, em todos os municípios do país.
. Em números relativos, a primeira colocação fica com Piauí, com 53,2% da população no Bolsa Família. No outro extremo, Santa Catarina tem apenas 10,1% de sua população no Bolsa Família.

. Para ler a matérica completa clique aqui

http://www.vermelho.org.br/base.asp?texto=23569

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

terça-feira, 1 de setembro de 2009

DIZEM QUE SOU... SOU UM...

Dizem que sou louco
Dizem que sou um revoltado



Nada disto.
Também não é nostalgia.
Nostalgia é ausência.
São sombras mergulhando do nada.



Acredite!
Sou um sonhador.